segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Brasil cai em ranking global de trabalho escravo, mas registros aumentam no mundo

0 comentários
O Brasil caiu de posição no ranking global de trabalho escravo este ano, segundo relatório da ONG Walk Free Foundation, organização mundial que tem como missão acabar com a escravatura moderna. Na 143ª posição, o país registrou o número de 155,3 mil pessoas submetidas a condições degradantes de trabalho em 2014. No ano passado, o Brasil estava em 94ª, com 200 mil trabalhadores nesta situação. Em todo o mundo, a escravidão cresceu 20,13% e atingiu 35,8 milhões de pessoas em 167 países. A fundação criou o Índice de Escravidão Global, que classifica as nações de acordo com a proporção de escravos em relação à população. Entram na conta vítimas de trabalho forçado, tráfico humano, trabalho servil derivado de casamento ou dívida, exploração sexual e exploração infantil. Segundo o código brasileiro, o trabalho análogo à escravidão é aquele em que há submissão a condições degradantes, como jornada de 12 horas ou mais, servidão por dívida e com riscos no ambiente de trabalho.

"Blocão" de oposição a Camilo se reúne com Tasso Jereissati

0 comentários
Grupo de deputados – eleitos e reeleitos – que se articula para formar bloco de oposição na Assembleia terá reunião nesta terça-feira, 18, com o senador eleito Tasso Jereissati (PSDB). Já na sexta, o “blocão” deverá se reunir com o senador e candidato derrotado ao governo pelo PMDB, Eunício Oliveira.

Atualmente, o grupo conta com treze parlamentares, mas integrantes afirmam que número pode subir para quinze. Na semana passada, o grupo elegeu Tasso e Eunício como “líderes” da bancada, ao lado do ex-prefeito de Maracanaú Roberto Pessoa (PR). 

Na pauta da conversa, estratégias para atuação da oposição no governo do Estado. A maioria dos deputados que incluem o grupo estavam do lado de Eunício e Tasso Jereissati na disputa eleitoral deste ano.

Blog do Eliomar

Empresas alvo da Lava Jato receberam mais de R$ 11 bi do governo federal

0 comentários
As nove empresas alvo da Operação Lava Jato, suspeitas de participar de um esquema de pagamento de propina a diretores da Petrobras, receberam R$ 11,4 bilhões do governo federal nos últimos 11 anos. Segundo informações da Folha de S. Paulo, o montante foi pago às empreiteiras Odebrecht, OAS, Camargo Corrêa, Queiroz Galvão, UTC, Engevix, Iesa, Mendes Junior e Galvão Engenharia, entre 2004 e 2014. Só a Queiroz Galvão e Odebrecht receberam cada uma, R$ 3,2 bilhões, o que equivale a 57,1% dos R$ 11,4 bilhões. O levantamento, feito pelo portal Contas Abertas, focou nos gastos diretos do Executivo, por meio do Orçamento da União. Ou seja, não entram na conta estatais, autarquias e empresas públicas, por exemplo.

Ex-prefeito de Milagres é condenado a pagar R$ 100 mil por improbidade administrativa

0 comentários
O ex-prefeito do Município de Milagres, Hellosman Sampaio de Lacerda, foi condenado a pagar multa de R$ 100 mil por atos de improbidade administrativa. Além disso, teve os direitos políticos suspensos por três anos. A decisão, proferida nessa quinta-feira (13/11), é do juiz Luciano Nunes Maia Freire, integrante do Grupo de Auxílio do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) para agilizar o julgamento de ações de improbidade e de crimes contra a administração pública (Meta 4 do Conselho Nacional de Justiça).

Segundo o Ministério Público do Ceará (MPE/CE), o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) identificou irregularidades nos exercícios financeiros relativos a 2004. Entre os atos ilícitos foram constatadas abertura de créditos adicionais no montante de R$ 104.837,07 sem amparo legal; não cumprimento do percentual mínimo de investimento em educação e não aplicação do percentual dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundef) com remuneração dos profissionais do magistério.

Também constatou que o duodécimo do Poder Legislativo foi repassado em montante inferior ao fixado em orçamento e que havia inscrição em restos a pagar sem disponibilidade de recursos financeiros suficientes.

Na contestação, o ex-gestor sustentou a inexistência de dolo e disse não ter havido dano ao erário nem violação aos princípios da Administração Pública. Sob esses argumentos, requereu a improcedência da ação.

Ao julgar o processo (nº 887-46.2009.8.06.0124/0), o magistrado entendeu que “houve a inequívoca demonstração do descumprimento de norma constitucional, por ato de responsabilidade do promovido [prefeito], o que basta para a configuração da improbidade administrativa. Contudo, não restou efetivamente demonstrado se houve o desvio da verba pública e qual o seu destino”. Destacou ainda que “a aplicação de percentual inferior ao constitucionalmente previsto para educação caracteriza grave ofensa aos princípios orientadores da administração pública. Conclui-se, portanto, que a conduta do promovido, consistente em destinar à educação percentual inferior ao legalmente previsto, feriu os princípios da moralidade, da legalidade e da eficiência, pois, além de contrariar a Constituição Federal, causou prejuízos àqueles que seriam e são beneficiados, direta e indiretamente, com as verbas destinadas à educação”.

MPCE

Adolescente arrecada 14 mil litros de água para doar no sertão do Ceará

0 comentários

Um estudante de um colégio particular em Fortaleza, Ceará, conseguiu arrecadar 14 mil litros e R$ 6.715 para amenizar os efeitos da seca de algumas famílias do estado. Pedro Henrique Cardoso contou com a ajuda do coordenador da Defesa Civil do estado, amigo do pai do aluno que se interessou pela campanha, para distribuir as doações. Já foram entregues, até o momento, 6 mil litros no município de Irauçuba, noroeste do estado. Uma creche e um lugarejo com 55 famílias foram os beneficiados pela doação. Os outros 8 mil litros de água ainda faltam ser entregues, cujo destino será o município de Choró, no sertão do estado.“A gente trabalhou muito, mas podemos ver a necessidade das pessoas. É uma realidade muito diferente da nossa e essa experiência é muita engradecedora. Engrandece como humano. Muitas vezes temos tudo em casa e ainda reclamamos do que temos”, ressalta o estudante. As informações são da Tribuna do Ceará.

Ex-diretor da Petrobras preso na Lava Jato se nega a colaborar com investigação da PF

0 comentários
O ex-diretor da Petrobras Renato Duque não colaborou com as investigações da Polícia Federal na Operação Lava Jato ao prestar depoimento nesta segunda-feira (17). Preso na última sexta-feira (14), Duque teria dado respostas evasivas às perguntas dos delegados, segundo investigadores. Ligado ao PT, ele ocupou a diretoria de Serviços da Petrobras de 2004 a 2012. Duque é acusado de ter recebido, ao menos, R$ 94 milhões de dois executivos que fizeram delação premiada. Até o momento, 12 dos 21 presos na sétima etapa da operação prestaram depoimento. Seis aceitaram responder às perguntas dos delegados e os outros seis se calaram. As prisões temporárias se encerram à meia noite desta terça-feira. Os delegados se reúnem hoje para deliberar se haverá conversão de prisões temporárias para preventivas, quando o prazo é indeterminado. Seis dos presos cumprem prisão preventiva. Entre os presos estão quatro presidentes de empreiteiras e 15 executivos. A sétima fase da operação teve como foco o braço financeiro do esquema de corrupção que teria lavado R$ 10 bilhões da Petrobras.

Vereador é suspeito de aliciar e gravar vídeos de sexo com adolescentes

0 comentários
Um vereador do município de Apuí (AM) é acusado de aliciar menores de idade após aparecer supostamente gravando cenas de sexo explícito com duas adolescentes, de 15 e 16 anos. Uma das jovens que aparece nas imagens é sobrinha do também vereador Dirlan Gonçalves (PROS), que entrou com pedido de cassação do colega. O titular da delegacia de Apuí, Francisco Rocha, contou que familiares de uma das vítimas formalizaram a denúncia na sexta-feira (14) e que uma terceira adolescente se apresentou como outra vítima do vereador. "Ouviremos todas as vítimas e testemunhas circunstanciais que receberam o vídeo nos telefones até esta quarta-feira para aprofundarmos as investigações", destacou ao G1. O parlamentar, segundo o delegado, não está no município, mas já foi notificado para prestar depoimento na delegacia até esta quinta (20). Os vídeos serão encaminhados ainda nesta semana a dois peritos para avaliar a veracidade das imagens. "Eles serão capazes de analisar se houve fraude do material que está circulando pelo município. Caso a autoria do crime seja comprovada, ele será autuado como determina o Artigo 240 do Estatuto da Criança e do Adolescente - que trata da filmagem de menores de idade em cenas pornográficas", contou. Nas imagens investigadas, as jovens pedem para que o homem pare de filmar, mas ele mantém a câmera ligada. Em determinado momento, o rosto do suspeito é filmado beijando uma das adolescentes.

Ceará deve vacinar 127 mil gestantes contra coqueluche em novembro

0 comentários
A vacina dTpa, que previne contra difteria, tétano e coqueluche está disponível nos 35 mil postos da rede pública do Ceará e a meta do Ministério da Saúde é que 127 mil gestantes sejam vacinadas em novembro. O reforço para grávidas e recém-nascidos busca reduzir a incidência e mortalidade causada pela doença entre os recém-nascidos. Esta é a quarta vacina para gestantes no calendário nacional.

No Ceará, já foram registrados 101 casos da doença e três mortes, entre 2011 e 2013; o estado recebeu 56,8 mil doses da vacina e, partir de novembro, terá cota mensal com 13,1 mil unidades da vacina. Em todo o país, a estimativa é imunizar mais de 2,9 milhões de gestantes e 324 mil profissionais da área de saúde. “Além dos profissionais que atuam na área neonatal, o desafio de vacinar as gestantes, que vão passar proteção aos seus bebês até que eles consigam cumprir o calendário completo de vacinação”, explicou o ministro da Saúde, Arthur Chioro. 

A recomendação do Ministério da Saúde é para aplicação da dose entre as 27ª e a 36ª semanas de gestação, pois é o período que gera maior proteção para a criança, com efetividade estimada em 91%. A dose também pode ser administrada até, no máximo, 20 dias antes da data provável do parto. Profissionais de saúde que atuam nas maternidades e UTIs neonatais também receberão a vacina e terão que fazer o reforço a cada 10 anos.

Ao todo, o Ministério da Saúde adquiriu quatro milhões de doses, com investimento de R$ 87,2 milhões. Cada dose tem o custo de R$ 21,81e foram distribuídas para todas as unidades da federação, conforme o órgão, 1,2 milhões de doses. Com a dTpa, a mãe passa anticorpos para seu filho ainda no período de gestação, garantindo ao bebê imunidade nos primeiros meses de vida. 

Doença 
A proteção das crianças para coqueluche é feita com três doses da vacina Pentavalente (DTP, hepatite B e HiB), aplicada aos dois, quatro e seis meses de vida. Aos 15 meses e aos quatro anos a criança recebe o reforço com a vacina DTP. Entre 2011 e 2013, o Ministério da Saúde registrou 4.921 casos em menores de três meses, 35% dos casos do país neste período, que foram 14.128. Essa faixa-etária é ainda mais afetada em relação aos óbitos. No período, foram 204 óbitos, o que representa 81% do total nacional, que foi de 252 mortes.

A vacinação de gestantes é aprovada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), recomendada pela Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia e já está sendo adotada como uma das estratégias para o controle da coqueluche em vários países, como Estados Unidos, Alemanha, França, Holanda, Reino Unido, Austrália, entre outros. Os efeitos adversos são raros e podem incluir reações locais como dor, febre, enrijecimento e vermelhidão no local da administração da vacina. Qualquer evento adverso deve ser notificado imediatamente às autoridades de saúde.

Vacina
O esquema de vacinação completo da dupla adulto é de três doses (devendo ser reforçada a cada intervalo de dez anos) podendo ser tomada a partir dos 10 anos de idade. Se a mulher não tomou nenhuma dose da vacina antes de engravidar, é necessário tomar duas doses da dupla adulto, com intervalo de no mínimo 30 dias e complementar com a dTpa.

Caso a mulher tenha tomado uma dose da dT antes da gestação, ela deverá reforçar o esquema com mais uma dose da dT e outra da dTpa. Já para as mulheres que se preveniram com duas ou mais doses da dT, recomenda-se a dTpa administrada com apenas uma dose. Mulheres grávidas devem tomar uma dose da dTpa em cada gestação, independente de terem tomado anteriormente.

O POVO

Presidente do PT diz que expulsará corruptos

0 comentários
Rui Falcão, o presidente do PT federal, disse que o partido expulsará dos seus quadros os filiados enroscados na Petrobras. “Eu já fui ao STF e à Procuradoria-Geal da República pedir acesso ao que possa existir sobre o PT nessas delações da Lava Jato. Se tiver qualquer filiado do PT envolvido em corrupção, malfeitos, apropriação de recurso público e em aproveitamento de propina, nós vamos aplicar o estatuto e vamos expulsá-los do partido”, disse, em entrevista a Mario Sergio Conti.

O exemplo para todas as regiões do Ceará

0 comentários
Prefeitos da Zona Norte do Ceará, planejam reunir, naquela região os deputados federais e estaduais e ali votados, para cobrarem, em bloco, o que eles prometeram em campanha. Um bom exemplo para todas as regiões do nosso estado.

domingo, 16 de novembro de 2014

Daniela Mercury será grande atração do Réveillon de Fortaleza

0 comentários
A cantora Daniela Mercury será a grande atração do Réveillon de Fortaleza. O POVO apurou que o contrato foi fechado nesta sexta-feira, 14, com aval do prefeito Roberto Cláudio (Pros).
 Neste ano, virá um pacote de atrações variadas para animar a chegada de 2015 no Aterro da Praia de Iracema. A expectativa é que o Réveillon do Fortaleza mantenha o público em torno de um milhão de pessoas.

Papa Francisco diz que movimentos pró aborto e eutanásia têm 'falso sentimento de compaixão'

0 comentários
O Papa Francisco classificou os movimentos a favor da eutanásia e do aborto como um "falso sentimento de compaixão”. A declaração foi feita neste sábado (16), em discurso na Associação de Médicos Católicos da Itália, no Vaticano. Ele rebateu o argumento dos defensores das práticas com a justificativa de que os representariam um pecado contra Deus e a criação. No início deste mês, a principal autoridade de bioética do Vaticano condenou como "repreensível" o suicídio assistido da americana Brittany Maynard, que sofria com um câncer terminal no cérebro e disse que queria morrer com dignidade. O papa, no entanto, não se referiu ao caso Maynard especificamente. O religioso também condenou a fertilização in vitro e pesquisas com células-tronco embrionárias. “Isso é brincar com a vida. Cuidado, porque isso é um pecado contra Deus, o criador”, criticou.

China retira embargo à compra de carne brasileira

0 comentários
O governo chinês retirou oficialmente o embargo à carne bovina brasileira neste domingo (16). A medida foi oficializada com a assinatura, entre a presidenta Dilma Rousseff e o presidente da China, Xi Jiping, de um protocolo para liberação de venda do produto para o mercado chinês. A informação foi divulgada pelo Planalto. A venda estava embargada desde 2012 devido à suspeita de registro de mal da vaca louca no estado do Paraná. A doença nã chegou a ser confirmada. O embargo foi suspenso em julho. A assinatura ocorreu durante um intervalo da reunião de Cúpula do G20, que acontece em Brisbane, na Austrália. Com o acordo bilateral, a expectativa do governo brasileiro é vender de U$S 800 milhões a U$$ 1,2 bilhão de carne para China só no próximo ano.

Governo discutirá aumento do etanol na gasolina

0 comentários
O governo federal convocou uma reunião com representantes do setor produtivo de etanol e da indústria automotiva na sexta-feira (21), às 14h30, em Brasília, para discutir o aumento de 25% para 27,5% na mistura do álcool anidro à gasolina. No encontro o governo deve apresentar os estudos técnicos que mostraram que o aumento da mistura não traz risco para os motores dos veículos, uma exigência das montadoras para concordar com o pleito dos usineiros. Participarão da reunião comandada pela Casa Civil representantes dos ministérios das Minas e Energia e do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior. Pelo setor de etanol, estarão presentes lideranças da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica) e do Fórum Nacional Sucroenergético e a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) foi convocada para representar as montadoras. O presidente do Fórum Nacional Sucroenergético, André Rocha, disse ao Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, que o setor, além de defender o aumento da mistura, pretende dar garantias ao governo de que haverá oferta necessária para que o porcentual de 27,5% de anidro à gasolina seja autorizado já a partir de 1º de janeiro de 2015. O governo ainda tem dúvidas sobre qual o período ideal para autorizar a variação da mistura e avaliação inicial é que o aumento seria a partir de abril de 2015, quando a oferta aumentará com o início da nova safra de cana-de-açúcar. No entanto, as entidades produtoras de etanol pretendem preparar um documento técnico garantindo que os estoques de anidro na entressafra da cana seriam suficientes para atender a demanda excedente. Essa demanda, criada pelo aumento da mistura para 27,5%, é estimada entre 800 milhões e 1 bilhão de litros ao mês. Outro pleito do setor de etanol, o retorno da Contribuição e Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre a gasolina, pode estar perto de ocorrer, ao menos na avaliação do deputado federal Duarte Nogueira (PSDB).
Durante debate hoje no Congresso Nacional de Bioenergia, em Araçatuba (SP), o parlamentar disse ter conversado com deputados governistas que teriam garantido a ele o retorno escalonado dos R$ 0,28 da Cide por litro da gasolina, o que daria uma maior competitividade econômica ao etanol. Nogueira não quis falar quais parlamentares da oposição teriam falado sobre o aumento, mas disse que o escalonamento seria em R$ 0,10 este ano, o mesmo valor em 2015 e os R$ 0,08 restantes em 2016. "Vamos lutar para que a Cide volte de uma vez", afirmou.

Ministros e assessores usaram avião da FAB no dia da eleição

0 comentários
Ministros e assessores do governo Dilma Rousseff usaram um jatinho da Força Aérea Brasileira (FAB) no domingo do segundo turno da eleição, segundo a coluna Esplanada, do UOL. A aeronave levou cerca de 50 pessoas, segundo registros da FAB. Entre os tripulantes estariam os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, do Esporte, Aldo Rebelo, do Planejamento, Miriam Belchior, da Casa Civil, Aloizio Mercadante, da Saúde, Arthur Chioro, das secretarias de Relações Institucionais, Ricardo Bezoini e das Mulheres, Eleonora Menicucci. O voo foi da capital paulista, onde as autoridades votaram, até Brasília. Os outros 19 passageiros eram assessores de volta para casa no DF.

Em Ipueiras, três morrem e seis ficam feridos em acidente de trânsito

0 comentários
Três pessoas morreram e seis ficaram feridas, em decorrência de um acidente automobilístico ocorrido na CE-187, na altura do Município de Ipueiras (298Km de Fortaleza). De acordo com a Polícia, nove pessoas estavam em uma Hilux, modelo SW4, de cor amarela, voltando de uma festa, no Distrito de América, quando o sinistro acontece. O condutor do veículo teria perdido o controle do utilitário em uma curva. De acordo com informações prestadas por um servidor da Delegacia Municipal de Ipueiras,  testemunhas do fato informaram à PMs que antes de capotar várias vezes, o veículo seguia pela rodovia em alta velocidade. A Polícia informou que, provavelmente, o motorista Dênis Rodrigues de Sousa, 32, tivesse ingeridobebidas alcoólicas.Além de Dênis Sousa, Mayara Moreira Malaquias, 27, e um adolescente de 17 anos, que não teve a identidade revelada, morreram na hora. Os outros seis passageiros ficaram feridos. Um deles, foi transferido para a Santa Casa de Sobral, em estado grave. Cinco vítimas do acidente foram levadas para o  Hospital Otacílio Mota, em Ipueiras.  As que sofreram apenas escoriações foram liberadas em seguida.  Diário do Nordeste

Vereador Aonde É pede licença sem atestado médico

0 comentários
O vereador Aonde É (PTC) encaminhou ao Departamento Legislativo da Câmara Municipal de Fortaleza, nesta semana, um requerimento com a solicitação para pedindo licença médica de 120 dias para tratamento de saúde. O documento, no entanto, foi desacompanhado de atestado médico e, agora, a Casa ainda aguarda a formalização de um novo pedido para submeter à apreciação dos vereadores em plenário.O diretor do Departamento Legislativo da Câmara, Francisco Alcântara, esclareceu que o documento entregue não tem validade, devido a ausência do atestado médico. Ele explicou que o parlamentar, ao solicitar o afastamento de 120 dias, deve se submeter a um exame realizado por uma junta formada por três médicos do Instituto de Previdência do Município (IPM).
Francisco Alcântara ressaltou que, se o interesse do vereador Aonde É fosse se afastar apenas durante 15 dias, o atestado médico poderia ser emitido por qualquer profissional formado em Medicina no exercício da profissão, mas o afastamento de 120 dias exige que a avaliação seja de uma junta com pelo menos três profissionais.A licença médica é a única forma de o vereador se afastar da Câmara Municipal neste ano, porque ele não pode mais se aproveitar do artifício da licença por motivos pessoais por já ter feito isso ainda durante o mês de abril, sem contar um outro mê que passou preso.

Diário do Nordeste

Diário Oficial Eletrônico do Ceará

0 comentários
Ao comunicar o lançamento do Diário Oficial Eletrônico o Tribunal de Contas do Estado do Ceará avalia como as principais vantagens da medida “economia, praticidade, agilidade e transparência”. De segunda-feira à sexta-feira, até as 17 horas, o cidadão terá acesso às decisões proferidas em processos analisados pelo Pleno da Corte cearense. 

Ceará gerou 7.363 empregos em outubro

0 comentários
Revelando um cenário mais favorável mesmo no contexto de crise nacional, o Ceará repete o saldo positivo na geração de empregos formais no mês de outubro, contrapondo-se à redução de vagas ocorrida no País. Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados ontem, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o Estado gerou, em outubro, 7.363 empregos celetistas, índice que mostra uma elevação de 0,60%, em relação a setembro e de 8,45%, no comparativo com igual período de 2013.No ranking nacional, o Ceará é o segundo colocado, ficando atrás apenas de Alagoas, que gerou 7.735 novos postos de trabalho em outubro. Do total de vagas criadas no Estado no mês, 5.263 foram na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), segundo informa a pesquisa.

Congresso Sociedade de Paz no Ceará

0 comentários
Nos dias 22 e 23 deste mês, no Hotel Vila Galé, a Comunidade Católica Shalon reunirá empresários, políticos e profissionais liberais em um congresso que abordará o tema "Sociedade de Paz, como se faz". O palestrante será o professor, comunicador e padre Joãozinho. Doutor em teologia e em educação, ele já escreveu 35 livros com temas que vão da espiritualidade à teologia e formação de lideranças. O Shalon é a maior comunidade católica do País

O risco de um " apagão financeiro" no Brasil

0 comentários
A difícil relação da presidente reeleita Dilma Rousseff com o Congresso Nacional pode criar uma situação inédita no País. O governo corre o risco de sofrer um "apagão financeiro" em 2015, caso o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do próximo ano não seja aprovado até 31 de dezembro.Até que seja votado, e convertido em lei, não será possível fazer nenhum pagamento no ano que vem, mesmo se tratando de gastos essenciais como aposentadorias ou bolsas de estudo.Não é raro que o País inicie um ano sem ter o respectivo Orçamento aprovado. Mas isso não causa transtornos porque, mesmo sem ele, é possível executar os chamados gastos obrigatórios, como salários e benefícios previdenciários.Além disso, os ministérios são autorizados, a cada mês, a gastar o chamado duodécimo da verba de custeio e investimento proposta para suas funções. O problema é que a base legal para esses pagamentos excepcionais está na LDO. E a LDO de 2015 ainda não foi aprovada."Esse risco (de não haver base legal para pagamentos no ano que vem) existe, é concreto", disse o relator do projeto da LDO de 2015, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), que tormou: "Vai ter. Sou otimista". A mesma resposta foi dada pelo Ministério do Planejamento: "Nunca antes a LDO deixou de ser aprovada. Por isso, confiamos que a PLDO 2015 também será votada".

A nova ordem do poder no Ceará de Camilo Santana

0 comentários
Provocando reação conturbada, o anúncio da equipe de transição entre Cid Gomes (Pros) e Camilo Santana (PT) já traça parte do painel geopolítico cearense para os próximos quatro anos. O primeiro grupo formado pelo petista traz rostos conhecidos e promove – mesmo com continuísmo – disputas e deslocamentos na elite política dos últimos oito anos. Em nova correlação que equilibra petistas e cidistas, há quem ascenda ou mantenha espaços, mas também nomes de grande expressão que deixam os holofotes.
Nos próximos anos, ao menos quatro forças demarcarão seus espaços. Hegemônico, o cidismo dos irmãos Cid e Ciro Gomes se afasta, mas mantém influência chave. A segunda força é o Pros, no qual estão os Ferreira Gomes, mas que não se confundem. Sem seus maiores líderes “na ativa”, será o elo entre o clã sobralense e o governo eleito. E o principal canal das pressões.
O terceiro segmento é o PT. O partido chega ao governo dividido e com dúvidas sobre quão prestigiado estará na gestão em que terá pela primeira vez o governador.
Do outro lado, emerge uma oposição que sai fortalecida das urnas, capitaneada pelo sucesso eleitoral de Capitão Wagner (PR) e Tasso Jereissati (PSDB), bem como pela expressiva votação de Eunício Oliveira (PMDB).
Cabo de guerra
Com um governador do PT considerado por muitos aliados mais cidista do que petista, o alto escalão do partido no Ceará trabalha para ampliar presença nas decisões de Camilo. De forma mais nem tão disfarçada, há desconfiança de que a legenda pode ter menos força do que deseja. 
A disputa por espaço, que ganhará contornos mais claros na montagem e no cotidiano do governo, já teve o primeiro desconforto público: após equipe de transição do governador não incluir a legenda.
Procurados pelo O POVO, petistas próximos à cúpula tentam minimizar a presença cidistas na futura gestão. Sobre possível indicação de Danilo Serpa, hoje chefe de gabinete de Cid e membro da equipe de transição, dizem não possuir “peso político” para assumir cargo. Camilo pode discordar.
Do outro lado do cabo de guerra, segmentos do cidismo e do Pros devem fazer pressão ainda maior sobre Camilo. Isso porque a escolha do petista, “escanteando” cinco pré-candidatos do Pros, já foi vista como derrota para segmentos do partido - dono maior bancada do Ceará no Legislativo, da qual Camilo dependerá profundamente.
Além disso, é o Pros que possui hoje as pautas mais “caras” do Estado no próximo ciclo político: o desejo pelas presidências tanto da Assembleia quanto da Câmara da Capital e a manutenção da Prefeitura de Fortaleza, em 2016.

Escudeiros
Tradicionalmente formada por nomes que irão compor o alto escalão, a equipe de transição foi buscar integrantes na gestão Cid e na campanha de Camilo. Ascensões mais destacadas, a vice-governadora eleita Izolda Cela (Pros) e o pai Eudoro Santana (sem partido) já receberam sinais do próprio Camilo da influência crucial que terão.

Por vontade própria, o governador Cid Gomes assegura que deixará momentaneamente a cena para temporada no Exterior.
A provável ausência do principal líder da política estadual nos últimos oito anos abre o vácuo em que a briga por espaços tende a se intensificar. Cenário no qual Camilo precisará se firmar.
O POVO

sábado, 15 de novembro de 2014

Delatores falam em propina de R$ 200 mi a PT e PMDB

0 comentários
Operadores dos dois principais partidos do governo teriam recebido ao menos R$ 200 milhões em propinas na Petrobras para viabilizar contratos com empreiteiras. Conforme delatores do esquema de corrupção na estatal, os pagamentos foram feitos ao ex-diretor de Serviços Renato Duque, apontado como integrante do esquema do PT que teria como operador o tesoureiro do partido, João Vaccari Neto, e a Fernando Soares, o Fernando Baiano, apontado pela Polícia Federal como lobista do PMDB, que indicou Nestor Cerveró para a diretoria da Petrobras.
Detalhes sobre o pagamento de suborno, que seria uma pre-condição para obter obras na companhia petrolífera, foram revelados aos investigadores da Operação Lava Jato pelos executivos Júlio Camargo e Augusto Ribeiro, da Toyo Setal, em troca de eventual redução de pena.
Nos depoimentos, eles revelam os valores e as empresas usadas para o repasse do dinheiro aos dois investigados.
O relato do delator deu base à sétima fase da Lava Jato, batizada de " Juízo Final", deflagrada sexta-feira, quando a cúpula das maiores empreiteiras do País e o ex-diretor de Serviços e Engenharia da Petrobras Renato Duque, indicado pelo PT, foram presos.
Fernando Baiano está foragido e teve o nome incluído na lista de procurados da Interpol.
Conforme as investigações, os fornecedores da Petrobras pagavam aos supostos operadores até 3% de propina para conseguir contratos superfaturados, mediante fraude a licitações. Parte desses recursos seria repassada aos partidos da base aliada do governo.
Segundo os depoimentos, Fernando Baiano recebeu ao menos US$ 40 milhões (R$ 104 milhões) para viabilizar o fornecimento de sondas de perfuração. A negociação foi feita com a Diretoria Internacional da Petrobras, sob o comando do ex-diretor Nestor Cerveró. O lobista teria influência na área.
Outros R$ 95 milhões teriam sido pagos a Duque e um de seus subordinados na estatal, o então gerente Pedro Barusco, para que "arranjassem" contratos para construtoras em ao menos cinco grandes obras.
Segundo as investigações, as propinas eram pagas pelas empresas Treviso, Auguri e Piemonte, de Júlio Camargo, contratadas pelas empreiteiras como intermediárias junto à Petrobras. Parte da comissão recebida por elas era transferida a Duque e Soares, conforme os depoimentos feitos na delação.
À força-tarefa encarregada das investigações, Camargo disse que o grosso dos pagamentos a Duque foi feito no exterior, em contas indicadas por ele. Uma delas estava em nome da offshore Drenos, mantida no Banco Cramer, na Suíça. Segundo o executivo, também foi pago suborno em espécie, no Brasil, por meio de empresas controladas pelo doleiro Alberto Youssef, responsável por lavar dinheiro do esquema.
Autoridades suíças já informaram ao Brasil a apreensão de US$ 20 milhões em nome de Barusco.
Para direcionar à Camargo Corrêa uma obra de R$ 1 bilhão na refinaria paulista de Henrique Lage (Repav), Camargo diz ter pago R$ 6 milhões para Duque e Barusco, a maior parte no exterior. Segundo ele, Eduardo Leite, vice-presidente da empreiteira, sabia dos repasses ilegais.
Na Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, o delator contou ter azeitado a contratação do Consórcio Interpar, formado pelas empresas SOG, Mendes Júnior e Skaska. "Houve solicitação de pagamento de vantagem indevida por Duque e Barusco do valor aproximado de R$ 12 milhões", declarou.
Na refinaria paranaense, Augusto Ribeiro disse que os valores pagos a Duque e Barusco pelo cartel de empreiteiras, chamado por ele de "clube", foi de R$ 50 milhões a R$ 60 milhões entre 2008 e 2011.
Segundo os executivos houve pagamento de propinas para a construção de gasodutos pela Toyo (Cabiúnas) e pela Camargo Correa (Urucu-Manaus). Nesses casos, a soma dos repasses seria de R$ 5 milhões.
A defesa de Renato Duque informou, por sua assessoria de imprensa, que as notícias sobre ilícitos cometidos na estatal, envolvendo o engenheiro, "são decorrentes de falsas delações premiadas e, até o momento, sem nenhuma prova".
Barusco não foi localizado.
O criminalista Mário de Oliveira Filho, que defende Fernando Baiano, repudia com veemência as suspeitas sobre seu cliente. "O sr. Fernando é representante no Brasil de duas empresas da Espanha, não é lobista, nunca foi operador do PMDB e não fez atos ilícitos." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Cid e Ciro Gomes participam de Festival Internacional do Camarão em Acaraú

0 comentários
O governador do Ceará, Cid Gomes, acompanhado de outros representantes do poder público do Estado, participou da noite de encerramento do Festival Internacional do Camarão da Costa Negra, em Acaraú-CE. Além dele  o governador eleito Camilo Santana, o Prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, o prefeito de Acaraú, Alexandre Gomes, o deputado federal Aníbal Gomes, o secretário de saúde do Estado, Ciro Gomes, e o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, Zezinho Albuquerque também estiveram presentes no local. O grupo chegou permaneceu por volta de 1h30 no local e ocupou uma das mesas reservadas na área onde acontece o concurso gastronômico promovido pelo evento. Na ocasião, Cid comentou sobre o mercado de carcinicultura no Ceará, destacando o recente crescimento e aprimoramento do setor após alguns anos de dificuldades, relacionadas a aspectos da economia brasileira. "A produção de camarão é hoje uma atividade importante para o Ceará, que é o maior produtor do País", comentou. 

Ainda segundo o governador, eventos como o Festival Internacional do Camarão da Costa Negra são importantes para a divulgação do camarão produzido no Ceará, ressaltando como parte importante desse processo o concurso gastronômico do evento. Camilo Santana acrescentou que o festival contribui para a divulgação da gastronomia do Ceará e para o turismo na região. Segundo ele, a idéia é que o governo do Estado, sob sua gestão a partir de 2015, siga apoiando o evento.  Por fim, Roberto Cláudio e Ciro Gomes ressaltaram a Denominação de Origem conquistada pelo camarão da Costa Negra, atribuindo parte do mérito ao idealizador do festival, Livino Sales, presidente da Associação Dos Carnicicultores da Costa Negra (ACCN).

Aécio Neves emite nota sobre operação Lava Jato

0 comentários
O senador Aécio Neves (PSDB) afirmou que o Governo Federal, através de suas autoridades, insiste em tentar dar tratamento político a Operação “Lava Jato”. Em nota, o líder do PSDB disse que “o caso é de polícia”. Segundo o tucano, a oposição continuará “vigilante” e acompanhará de perto as investigações.
Confira a nota na íntegra:
O PSDB reitera a posição de defesa intransigente da rigorosa apuração do maior escândalo de corrupção da história do País, através da Operação “Lava Jato”.
Para o partido e as oposições, tão importante quanto responsabilizar diretores da Petrobras que se transformaram em operadores do esquema, ou empresas que dele participaram, é identificar e punir os agentes públicos que permitiram o irresponsável aparelhamento da empresa e criaram as condições necessárias para a expropriação de recursos públicos, para dele se beneficiarem direta ou indiretamente.
O PSDB lamenta que, neste momento, o Governo Federal, através de suas autoridades, insista em tentar dar tratamento político a um caso que é, eminentemente, de polícia.
Não contribui para o livre encaminhamento das investigações a injustificada iniciativa do ministro da Justiça de abrir inquérito contra delegados da Polícia Federal que participam da operação, pelo simples fato de terem exercido o direito constitucional de manifestação política em suas redes sociais privadas.
As oposições continuarão vigilantes e mobilizadas no acompanhando das investigações da Polícia Federal e do Ministério Público, e esperam que todos que atuaram nesse esquema criminoso sejam efetivamente responsabilizados.

Dilma culpa países ricos pelo déficit externo do Brasil

0 comentários
A presidente Dilma Rousseff (PT) usou a abertura da reunião dos Brics – grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – para culpar países desenvolvidos pela piora das contas externas brasileiras. Em discurso, defendeu que a falta de força das economias ricas não gera demanda para estimular países emergentes. Ao mesmo tempo, Dilma defendeu que o esforço monetário e a ação para alavancar exportações nos desenvolvidos têm derrubado o preço das commodities, o que pode comprometer a renda e o crescimento dos emergentes.
“Desde nossa última reunião em Fortaleza, a situação da economia mundial, infelizmente, pouco avançou. Os países avançados não conseguiram uma recuperação consistente e o comércio internacional não cresce o suficiente para estimular os países emergentes”, disse Dilma, conforme trecho do discurso distribuído pela assessoria de imprensa do Palácio do Planalto. A reunião dos Brics aconteceu em Brisbane, na Austrália, antes da abertura do encontro de cúpula das 20 maiores economias do mundo, o G-20.
A principal linha de raciocínio da presidente brasileira apontou para a falta de tração da economia global e as consequências para as economias em desenvolvimento. Entre os problemas mencionados, Dilma destacou especialmente a tendência negativa do preço das commodities. “A queda de preços sinaliza o enfraquecimento da economia internacional e vai comprometer a renda e o crescimento de alguns emergentes”, defendeu. Entre os Brics, Brasil, Rússia e África do Sul são grandes exportadores de commodities. A China, ao contrário, é compradora.
Além da economia mais lenta nos países ricos, a queda de preço das commodities é ainda influenciada pela política monetária dos Estados Unidos. “Isso reflete também uma reacomodação da economia mundial às perspectivas de elevação futura do dólar americano”, disse Dilma. No trecho distribuído pelo Planalto, não há qualquer menção à desaceleração da economia chinesa como fator de influência. Economistas, porém, dizem que o menor crescimento da China é a principal fonte recente da acomodação dos preços de produtos básicos como petróleo, minério de ferro, metais e alimentos.
Cobrança
Diante do diagnóstico, Dilma cobrou ação dos países ricos no discurso feito aos Brics. “É preciso que os países avançados recomponham sua demanda interna aos níveis pré-crise ao invés de tentar resolver seus problemas com o aumento das exportações”, defendeu. “Essa situação provocou um déficit de transações correntes no Brasil de 3,7% do PIB”, completou Dilma.
O discurso reforça a defesa de que “o Brasil está fazendo sua parte” para a recuperação da economia global. A contribuição brasileira, na avaliação do Palácio do Planalto, é explicada pelo déficit em transações correntes. Esse resultado negativo mostra que o País demanda mais que produz e, assim, está “importando crescimento” de outras nações, o que ajuda na recuperação internacional. As economias ricas, ao contrário, têm superávit ou déficit externo decrescente. Isso, na avaliação do governo brasileiro, mostra que “não ajudam” na recuperação global.
(Fonte: Estadão Conteudo)

Ceará vence o Vasco e entra no G4

1 comentários
A chama do acesso voltou a acender para os lados de Porangabuçu. Embalada pelo grito da torcida de "eu acredito", o Ceará reencontrou o caminho da vitória, após seis rodadas. Numa tarde de sábado de forte calor na Arena Castelão, o Alvinegro de Porangabuçu bateu o Vasco da Gama por 2x0.

Com o resultado, o Ceará chegou aos 54 pontos, subiu quatro posições na tabela e conseguiu voltar ao G4, graças ao tropeço dos concorrentes diretos. 
Na próxima terça-feira (18), ás 20h50min (no horário cearense), o Vovô enfrenta o ABC, fora de casa, em Natal-RN, em jogo que pode colocar o time, enfim, de volta ao grupo dos quatro classificados para a Série A.

A vitória alvinegra foi construídas no 1º tempo em jogadas oriundas de bola parada. Aos 31 minutos, após bate-rebate em bola alçada na área, Diego Ivo fica com a sobra e manda para as redes. Cinco minutos depois, Ricardinho bate falta de longe com força. O gol Martín Silva não alcança a bola, que morre no fundo das redes.

Na etapa final, o Ceará teve as melhores oportunidades para ampliar o marcador, sobretudo com o atacante Bill, mas não aproveitou. O Vasco, em tarde de má atuação de seus principais jogadores, como Kléber e Douglas, não conseguiu pressionar. Nos últimos 15 minutos, o Alvinegro apenas administrou o resultado.

O POVO


Ministro da Justiça confirma número de prisões da Lava Jato

0 comentários
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, confirmou neste sábado, 15, os números da sétima etapa da operação Lava Jato deflagrada na sexta-feira, 14. Segundo Cardozo, foram cumpridos 49 mandados de busca e apreensão, 6 dos 9 mandados de condução coercitiva e 4 das 6 prisões preventivas decretadas. Outras 19 prisões temporárias foram decretadas, das quais 15 foram cumpridas. Cardozo corrigiu o número de 21 prisões temporárias que chegou a ser divulgado pela Polícia Federal. Cardozo reforçou ainda que R$ 720 milhões foram bloqueados, valores proporcionais aos contratos das empresas com a Petrobras. A exceção foram três empresas, que, por suas "características", segundo o ministro, tiveram o bloqueio total de bens.

Manifestação por impeachment da presidente Dilma Rousseff reúne 10 mil pessoas em SP, diz PM

0 comentários
O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), que foi candidato a vice na chapa de Aécio Neves, participou neste sábado, 15, da passeata na Avenida Paulista que pedia o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e uma intervenção militar no Brasil. O tucano preferiu acompanhar o evento da rua em vez de subir em um dos três carros de som do evento. "Há um exagero da imprensa em relação a meia dúzia de gatos pingados que defendem a intervenção militar. É evidente que sou contra e o PSDB também", disse Aloysio ao jornal O Estado de S. Paulo. Além do senador tucano, vários militantes da juventude do PSDB, alguns empunhando bandeiras de Aécio Neves, estavam na Paulista, e também o vereador paulistano e deputado estadual eleito Coronel Telhada (PSDB). Aloysio disse ainda que é contra o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff "neste momento". "O impeachment pode vir a ser colocado dependendo da investigação. O que nós queremos é a apuração", afirmou, referindo-se aos possíveis desdobramentos da Operação Lava Jato da Polícia Federal. Aloysio também criticou a entrevista coletiva do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que neste sábado afirmou que a oposição está usando politicamente o escândalo da Petrobras a fim de promover um "terceiro turno das eleições". "A declaração do ministro foi lamentável", disse. A manifestação na Paulista reuniu, segundo a Polícia Militar, 10 mil pessoas, e, segundo os organizadores, 50 mil. O grupo se dispersou em três. O carro de som com os que defendiam a intervenção militar desceu a Brigadeiro Luís Antônio rumo à Assembleia Legislativa. O segundo grupo, o mais volumoso, desceu a Brigadeiro no sentido centro até a Praça da Sé. Um terceiro grupo permaneceu em frente ao vão do Masp

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

PF prende presidente da OAS e cumpre mais 19 mandados da Operação Lava Jato; veja lista

0 comentários
Em mais uma fase da Operação Lava Jato, a Polícia Federal prendeu cinco executivos da construtora OAS: o presidente José Aldemário Pinheiro Filho, conhecido como Léo Pinheiro, e os executivos José Ricardo Nogueira Breghirolli, Agenor Franklin Magalhães Medeiros, Mateus Coutinho de Sá Oliveira e Alexandre Portela Barbosa. No total, a PF cumpriu, nesta sexta-feira (14), seis mandados de prisão preventiva, 21 de prisões temporárias e nove de condução coercitivas no Paraná, em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, em Pernambuco e no Distrito Federal.

Confira a lista de todos os mandados expedidos pela Polícia Federal do PR, segundo o G1:

Mandados de prisão preventiva:
Eduardo Hermelino Leite (Camargo Correa)
José Ricardo Nogueira Breghirolli (OAS)
Agenor Franklin Magalhães Medeiros (OAS)
Sérgio Cunha Mendes (Mendes Junior)
Gerson de Mello Almada (Engevix)
Erton Medeiros Fonseca (Galvão)

Mandados de prisão temporária:
 João Ricardo Auler (Camargo Correa)
Mateus Coutinho de Sá Oliveira (OAS)
Alexandre Portela Barbosa (OAS)
Ednaldo Alves da Silva (UTC)
Carlos Eduardo Strauch Albero (Engevix)
Newton Prado Júnior (Engevix)
Dalton dos Santos Avancini (Camargo Correa)
Otto Garrido Sparenberg (IESA)
Valdir Lima Carreiro (IESA)
Jayme Alves de Oliveira Filho
Adarico Negromonte Filho
José Aldemário Pinheiro Filho (OAS)
Ricardo Ribeiro Pessoa (UTC)
Walmir Pinheiro Santana (UTC)
Carlos Alberto da Costa Silva
Othon Zanoide de Moraes Filho (Queiroz Galvão)
Ildefonso Colares Filho (Queiroz Galvão)
Renato de Souza Duque
Fernando Antonio Falcão Soares


Mandados de condução coercitiva
Edmundo Trujillo (Camargo Correa)
Pedro Morollo Júnior (OAS)
Fernando Augusto Stremel Andrade (OAS)
Ângelo Alves Mendes (Mendes Júnior)
Rogério Cunha de Oliveira (Mendes Júnior)
Flávio Sá Motta Pinheiro (Mendes Júnior)
Cristiano Kok (Engevix)
Marice Correa de Lima (OAS)
Luiz Roberto Pereira

Cúpula da Globo enfim se mexe para não perder o reinado

0 comentários
A Globo sempre teve uma situação confortável no Ibope. Por isso, durante décadas, a direção da emissora adotou uma política pouco dinâmica.

Mudanças relevantes na programação eram decididas e implementadas somente após meses ou até anos de estudos e testes.

A hegemonia e a liderança isolada acabaram. Hoje há concorrência forte de outros canais. E a internet, grande vilã da televisão, se impôs de maneira imperativa e com perspectiva dominante sobre o velho veículo de comunicação que até pouco tempo parecia imbatível.

O canal da família Marinho ainda ostenta a maior audiência, mas perde para a Record e o SBT em alguns horários. Ver a poderosa Globo em terceiro lugar no ranking de Ibope era impensável até o início dos anos 2000.

O diretor-geral, Carlos Henrique Schroder, no cargo desde janeiro de 2013, finalmente conduz a emissora à realidade, após gestões burocráticas que a deixaram parada no tempo.

O executivo, que é jornalista de formação, aposta nas notícias ao vivo para salvar a combalida manhã do canal. A partir de dezembro serão quatro horas ininterruptas de telejornalismo, das 5h às 9h.

É uma resposta à boa audiência de programas da Record como Balanço Geral Manhã e Fala Brasil, e ao crescimento do Ibope do Notícias da Manhã, do SBT.

Schroder acredita, assim como muitos teóricos da televisão, que oferecer atrações ao vivo é uma maneira de interromper (e até reverter) a sangria de audiência da TV aberta para canais pagos e a web.

Surge agora a confirmação de que as manhãs de sábado, preenchidas com desenhos, terão edições especiais do Mais Você, Bem-Estar e Encontro com Fátima Bernardes. Mais uma tentativa de buscar reação no Ibope.

Estuda-se ainda uma reformulação nas tardes globais. A Sessão da Tarde, exibida desde 1974, dará lugar a um programa de variedades com auditório.

As sessões Tela Quente, às segundas, e Temperatura Máxima, aos domingos, também poderão (e deveriam) ser extintas. É inadmissível que uma das maiores produtoras de conteúdo do planeta ainda recorra aos ‘enlatados’ para ocupar importantes horários de sua grade.

O filé da Globo, a teledramaturgia, atravessa um período novo. Comitês formados por medalhões da casa (autores e diretores) passaram a estudar e indicar os melhores projetos para novelas, séries e novos programas de entretenimento. O objetivo é claro: fazer a emissora errar menos na escolha do que será produzido.

Outra alteração nesta área é relativa ao elenco. A direção da Globo quer desmontar o cabide de empregos, com centenas de contratados a peso de ouro — atores, autores e diretores — que ficam longos períodos sem trabalhar. A maioria dos acordos passa a ser por obra. Ou seja, o profissional ganha salário apenas enquanto está com um trabalho no ar.

Com essa nova política, a cúpula da Globo pretende modernizar a empresa, aumentar o lucro e garantir a liderança entre as emissoras do sinal aberto. Às vésperas de completar 50 anos, a emissora percebeu a necessidade urgente de se renovar em velocidade de banda larga.

Terra

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Homem é detido caminhando nu na BR 116

0 comentários
Um homem foi detido na manhã da última quarta-feira (12) por caminhar nu no canteiro central da BR-116. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao ser abordado, Francisco Carlos Araújo da Silva, de 50 anos, falava palavras desconexas e disse que anda sem roupas porque uma voz divina o mandava ficar pelado.A ocorrência foi registrada no Km 12 da rodovia e o homem foi encaminhado para o Hospital de Saúde Mental de Messejana. De acordo com a instituição, Francisco Carlos já havia sido internado outra vez na instituição. O serviço social está tentando localizar a família do paciente.

FHC critica Dilma

0 comentários
São Paulo. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso criticou duramente a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), ao comentar o envio de projeto de lei ao Congresso Nacional, pelo governo petista, para tentar driblar a meta fiscal. "A Dilma falou que eu quebrei o País três vezes, não sei quando. Agora é ela quem está quebrando (o País)", disse FHC, ontem.Além de rebater uma das maiores críticas de Dilma na última campanha, FHC ironizou a iniciativa do governo, dizendo que nem mesmo o Rei Pelé conseguiria driblar a meta fiscal. "É um drible que não dá certo, vai mostrar a incompetência de bem gerir a economia do Brasil, é um gol contra, não tem sentido", criticou.O ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, afirmou quSão Paulo. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso criticou duramente a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), ao comentar o envio de projeto de lei ao Congresso Nacional, pelo governo petista, para tentar driblar a meta fiscal. "A Dilma falou que eu quebrei o País três vezes, não sei quando. Agora é ela quem está quebrando (o País)", disse FHC, ontem.Além de rebater uma das maiores críticas de Dilma na última campanha, FHC ironizou a iniciativa do governo, dizendo que nem mesmo o Rei Pelé conseguiria driblar 

Movimentos sociais fazem protesto em São Paulo por reforma política

0 comentários

Movimentos sociais fecharam a Avenida Paulista na tarde desta quinta-feira (13) em um protesto pela reforma política. O grupo reuniu-se no vão-livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp) e seguiu em direção à Rua da Consolação. Com o tema Contra a Direita, Por Mais Direitos, os manifestantes repudiam ainda os protestos que pediam intervenção militar no Brasil e pedem reformas urbana, agrária e tributária. Participam do ato o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), a Central Única dos Trabalhadores (CUT), o  Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e o Movimento Juntos. O coordenador do MTST, Guilherme Boulos, defendeu que os movimentos sociais devem pautar uma agenda de mudanças para os próximos anos. "Nós queremos deixar claro aqui que nós  queremos falar de uma intervenção nos rumos do país, mas não é intervenção militar, é uma intervenção popular". Boulos também destacou a necessidade de se implementar uma Assembleia Constituinte para implantar a reforma política. "O Congresso Nacional não vai abrir mão de seus privilégios", disse. Informações da Agência Brasil.

Camilo Santana define equipe de transição

0 comentários
O governador eleito do Ceará, Camilo Santana (PT), definiu nesta quinta-feira, 13, a equipe de transição com o Governo do Estado. O grupo iniciará os trabalhos na próxima semana.

A equipe de transição é formada, além do próprio governador eleito e da vice-governadora, Izolda Cela, por: Mauro Filho, deputado estadual, Eudoro Santana, engenheiro, Danilo Serpa, chefe de gabinete, e Carlos Eduardo Sobreira, secretário adjunto da Seplag.

Camilo Santana coordenará a equipe, participando ativamente de todas as reuniões com as secretarias e suas vinculadas.

A equipe de transição se reuniu hoje pela primeira vez e realizará, a partir da próxima semana, reuniões diárias com todas as áreas do executivo estadual.

Assessoria Camilo Santana

OMS aponta mais de cinco mil mortes e 14 mil casos por ebola

0 comentários
Um último levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre ebola aponta a morte de 5.160 pessoas em oito países, de um total de 14.098 casos identificados. A agência das Nações Unidas informa que a transmissão da doença “continua intensa” na Guiné, na Libéria e em Serra Leoa, países mais afetados pela febre. No entanto, a OMS considera que os casos de infecção podem ser maiores do que foram contabilizados. No balanço divulgado no dia 7 de novembro, a organização internacional divulgou que 4.960 pessoas morreram por causa do vírus ebola na Libéria, na Guiné, em Serra Leoa, na Nigéria, no Senegal, no Mali, nos Estados Unidos e na Espanha. Informações da Agência Lusa.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

TCU debate com os governadores

0 comentários
Os temas considerados mais relevantes pelos tribunais de conta serão debatidos, em 17 de novembro, com os governadores eleitos, em Brasília. O seminário “Pacto Pela Boa Governança: Um Retrato do Brasil”, realizado pelo TCU em parceria com os Tribunais de Contas estaduais, apresentará o quadro atual, estado por estado, nas áreas de saúde, educação, Previdência, infraestrutura e segurança pública. Blog do Vicente

Rachel Sheherazade está proibida de fazer comentários no SBT

0 comentários
Segundo uma fonte do “Notícias da TV”, Silvio Santos vetou qualquer possibilidade de Rachel Sheherazade voltar a fazer novos comentários enquanto apresentadora do “SBT Brasil”. Supostamente a emissora teria tomado esta decisão para não se desgastar sua relação com a presidente reeleita, Dilma Rousseff. "Se o Aécio Neves tivesse vencido, tudo bem. Mas como a Dilma ganhou, é melhor você continuar calada", afirmou o dono do SBT, segundo uma testemunha.   Proibida de opinar desde abril, após dizer que achava "compreensível" a ação de um grupo de "justiceiros", a jornalista continuará a frente do principal telejornal do canal. Ela foi contratada em 2011 justamente por causa de suas opiniões polêmicas na afiliada da Paraíba. Durante o período eleitoral, Sheherazade fez campanha abertamente para o candidato do PSDB e chegou a ser agressiva com Dilma nas redes sociais. IG

Veja as doações que as empresas fizeram para políticos do Ceará nesta eleição

0 comentários
JBS – R$ 3,2 milhões
 
Beneficiados:
Antonio Balman (Pros): R$ 1,6 milhão; 
Francisco Pinheiro (PT): R$ 300 mil; 
Gelson Ferraz (PRB): R$ 500 mil;
Moroni (DEM): R$ 300 mil;
Ronaldo Martins (PRB): R$ 500 mil. 

Beto Studart – R$ 1,25 milhão

Beneficiados:
Tasso Jereissati: R$ 150 mil;
Antonio Balman: R$ 50 mil;
Artur Bruno (PT): R$ 50 mil;
Fernanda Pessoa (PR): R$ 50 mil; 
Fernando Hugo (SD): R$ 50 mil;
Heitor Férrer (PDT): R$ 50 mil;
José Sarto (Pros): R$ 50 mil;
João Jaime (DEM): R$ 50 mil;
Gorete Pereira (PR): R$ 50 mil;
Sérgio Aguiar (Pros): R$ 50 mil;
Paulo Lustosa (PP): R$ 50 mil;
Mauro Benevides (PMDB): 60 mil; 
Danilo Forte (PMDB): R$ 100 mil;
Moroni: R$ 60 mil; 
Raimundo Gomes de Matos: R$ 60 mil; 
Carlos Matos (PSDB): R$ 300 mil.

Galvão Engenharia – R$ 860 mil
Beneficiados:

Laís Nunes (Pros): R$ 200 mil;
Domingos Neto (Pros): R$ 300 mil;
Inácio Arruda (PCdoB): R$ 170 mil; 
Sérgio Aguiar (Pros): R$ 140 mil;
Gorete Pereira (PR): R$ 50 mil.

Construtora Marquise – R$ 852 mil

Beneficiados:

Tasso Jereissati: 236 mil.
Carlos Matos (PSDB): R$ 15 mil;
Eugênio Rabelo (PP): R$ 200 mil;
Joaquim Noronha (PP): R$ 100 mil;
Eliene Brasileiro (Pros): R$ 100 mil;
Raimundo Melo Sampaio (Pros): R$ 200 mil; 
Ariosto Holanda (Pros): R$ 1 mil
 
M Dias Branco – R$ 1,095 milhão

Beneficiados:

Ivo Gomes (Pros): R$ 150 mil;
Tasso Jereissati: 100 mil;
Carlos Matos: R$ 50 mil; 
Mauro Benevides Filho (Pros): R$ 150 mil;
Domingos Neto: R$ 70 mil; Inácio Arruda: R$ 50 mil;
José Airton (PT): R$ 50 mil;
Leonidas Cristino (Pros): R$ 50 mil;
Raquel Marques (PT): R$ 50 mil;
Edison Silva (Pros): R$ 50 mil;
Eliane Novais (PSB): R$ 50 mil;
Fernanda Pessoa: R$ 50 mil;
Paulo Lustosa (PP): R$ 50 mil;
Mário Hélio (PMN): R$ 25 mil;
Ariosto Holanda: R$ 50 mil;
João Jaime: R$ 50 mil;
Mauro Benevides (PMDB): R$ 100 mil.

SP Distribuidora de Petróleo – R$ R$ 1,2 milhão

Beneficiados:

Antônio Granja (Pros): R$ 100 mil; 
Antônio Roque de Araújo (Pros): R$ 100 mil; 
Leonidas Cristino: R$ 200 mil;
Mirian Sobreira (Pros): R$ 200 mil;
Moroni (DEM): R$ 100 mil; 
Paulo Lustosa: R$ 300 mil;
Sérgio Aguiar: R$ 100 mil; 
Eliene Brasileiro: R$ 50 mil;
Lailton Rocha Melo (PRTB): R$ 50 mil.

Alexandre Grendene – R$ 1,55 milhão
Tasso Jereissati: R$ 150 mil.
André Figueiredo: R$ 300 mil; 
Bethrose (PRP): R$ 800 mil;
Ronaldo Martins: R$ 300 mil.
O Povo
 

Blog do Alex Santana . Copyright 2008 All Rights Reserved Revolution Two Church theme by Brian Gardner Converted into Blogger Template by Bloganol dot com