quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Vídeo mostra algemado sendo morto por PM´s, que foram afastados



Um vídeo postado no canal Youtube mostra o momento em que a Polícia Militar da Paraíba prende um homem e o executa dentro de uma viatura da PM. O caso ocorreu no último domingo (25), no distrito de Cajá, no município de Caldas Brandão, no Agreste paraibano. 

A assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança e Defesa Social informou que os envolvidos no caso já foram afastados de suas funções a frente do 8º Batalhão da PM, sediado em Campina Grande. Um inquérito policial militar também foi aberto para apurar a conduta dos policiais. “Além disso, um oficial de outra unidade será designado para acompanhar o processo, a fim de garantir isenção”, informou o subcomandante da Polícia Militar, coronel Francisco de Assis Castro.

As imagens mostram a ação da polícia para coibir a imprudência de diversos jovens utilizando motos e carros na principal avenida da cidade. Gritos e correria das pessoas também integram a cena. Durante pouco mais de dois minutos é possível ouvir os disparos efetuados pela PM em José Almeida Neto, 27 anos, que estava algemado na mala do carro. Ele morreu antes de receber atendimento médico.

À época, o tenente Coronel Linhares, comandante da Polícia Militar em Itabaiana, revelou que José Almeida morreu após pegar uma metralhadora que estava no banco traseiro da viatura e efetuar disparos contra a guarnição.

O Comando Geral da Polícia Militar divulgou nota comunicando que a arma utilizada para matar o jovem e a viatura onde ele foi morto foram recolhidos para a perícia. De acordo com a delegada Tatiana Matos Barros, designada em caráter especial para presidir as investigações, mais de dez pessoas foram ouvidas entre parentes e testemunhas, além dos policiais envolvidos. “A oitiva dos militares aconteceu ainda no domingo, dia em que as armas dos policiais foram apreendidas, enviadas à perícia e a viatura submetida a exame, além de outros procedimentos realizados”, detalhou. 

Uma reconstituição do caso também será feita pela Polícia Civil, com auxílio do Instituto de Polícia Científica (IPC), nos próximos dias. Todo o trabalho está sendo acompanhado pela promotora de justiça da comarca de Gurinhém, Jaíne Didier, que na manhã desta quinta-feira (29) analisou as supostas imagens do crime. O material será submetido à perícia.

O secretário executivo da Segurança e da Defesa Social, Jean Nunes, assegurou que tanto a Polícia Civil quanto a Polícia Militar estão atuando com firmeza, mas também com cautela, já que os policiais envolvidos são conhecidos na região por realizarem um bom trabalho. “Nosso objetivo é finalizar as investigações e relatar o inquérito com autoria e materialidade ao Ministério Público com a maior agilidade possível”, finalizou.
Veja o vídeo:

0 comentários:

Postar um comentário

 

Blog do Alex Santana . Copyright 2008 All Rights Reserved Revolution Two Church theme by Brian Gardner Converted into Blogger Template by Bloganol dot com