sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Saiba quanto renderia o prêmio de R$ 230 mi da Mega-Sena da Virada em 10 investimentos

0 comentários

A bolada que será paga no sorteio da Mega-Sena da Virada (estimada em R$ 230 milhões) renderia uma fortuna em qualquer que fosse a aplicação financeira escolhida. Na tradicional caderneta de poupança, aplicação preferida por muitos brasileiros, o ganhador da Mega-Sena teria tido o rendimento de R$ 12,9 milhões neste ano até o fechamento de novembro, ou seja, R$ 1,175 milhão por mês. Não há cobrança de Imposto de Renda.
Até novembro, o investimento com menor rendimento em 2012 foi a Bolsa de Valores de São Paulo (1,27%). Mesmo com tal rentabilidade, considerada pequena, o investidor teria garantido R$ 2,9 milhões ao longo do ano ou R$ 265 mil por mês. Vale lembrar em algumas aplicações, como as ações, há incidência de imposto.
Veja abaixo o rendimento bruto de algumas aplicações:

Ouro: 23,16%
R$ 53.268.000 no ano
R$ 4.842.545,45 por mês
Euro: 14,24%
R$ 32.752.000 no ano
R$ 2.977.454,54 por mês
Dólar: 13,8%
R$ 31.740.000 no ano
R$ 2.885.545,54 por mês
Títulos indexados ao IGP-M: 11,05%
- R$ 25.415.000 no ano
R$ 2.310.454,54 por mês
Fundos de renda fixa: 10,3%
R$ 23.690.000 no ano
R$ 2.153.636,36 por mês
Títulos indexados ao IPCA: 8,74%
R$ 20.102.000 no ano
R$ 1.827.454,54 por mês
Fundos DI: 8,02%
R$ 18.446.000 no ano
R$ 1.676.909,09 por mês
Fundos de Curto Prazo: 7,85%
R$ 18.055.000 no ano
R$ 1.641.363,64 por mês
Poupança: 5,62%
R$ 12.926.000 no ano
R$ 1.175.090,90 por mês
Bolsa de Valores: 1,27%
R$ 2.921.000 no ano
R$ 265.545,45 por mês
Fonte: Na rentabilidade dos investimentos foi utilizado o relatório do administrador de carteiras Fábio Colombo, com dados até novembro, e fontes oficias do mercado.
As apostas podem ser feitas até as 14h do dia 31, em qualquer lotérica. O preço da aposta simples é de R$ 2.

Dilma chega à Bahia para o réveillon

0 comentários


A presidenta Dilma Rousseff desembarcou, às 15h15 (horário de Brasília), em Salvador, onde vai passar o réveillon pelo segundo ano seguido. O avião que a transportava pousou na Base Aérea e ela embarcou na sequência em um helicóptero das Forças Armadas, com destino à Base Naval de Aratu, na Praia de Inema, a 40 quilômetros do centro da cidade, onde chegou às 15h50.

Antes de seguir para a Bahia, Dilma embarcou nesta sexta-feira (28) para São Paulo, para fazer exames de médicos de rotina no Hospital Sírio-Libanês nesta manhã. A presidenta, que enfrentou um câncer no sistema linfático em 2009 , regularmente se submete aos exames para prevenir a reincidência da doença.

Segundo assessoria do Palácio do Planalto, o médico da presidenta, Roberto Kalil Filho, informou que os resultados dos exames estão "dentro da normalidade".

Dilma vai comemorar a virada do ano junto com a mãe, Dilma Jane, a filha, Paula, o genro, Rafael Covolo, e o neto, Gabriel, hospedada na confortável e reservada Casa da Boca do Rio, imóvel que abriga oficiais na base, longe dos olhos de moradores da região e curiosos - e de jornalistas.

Cercada por densa vegetação e localizada a mais de um quilômetro do ponto onde é permitido acesso a civis, a residência recebeu uma ampla reforma entre 2010 e 2011, que consumiu R$ 650 mil e incluiu, além de reparos e manutenção nas redes elétrica e hidráulica, compra de artigos como TVs de LCD, DVDs, frigobares, cortinas de linho e espreguiçadeiras.

A casa fica nas proximidades da praia, que tem acesso restrito aos militares, na qual a presidenta fez algumas caminhadas nas duas vezes em que esteve no local - além do último réveillon, Dilma aproveitou o carnaval deste ano na base.

Antes de Dilma, os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silvatambém haviam passado temporadas de descanso na Praia de Inema, conhecida pelas águas calmas, quentes e translúcidas.

Em sua passagem pelo local, em outubro de 1998, FHC chegou a deixar as instalações militares para conversar com os moradores da praia vizinha, a de São Tomé de Paripe.

IG

Luan Santana e Zezé Di Camargo & Luciano custarão R$ 1 milhão aos cofres públicos

0 comentários

O Governo do Estado publicou, em seu Diário Oficial, os valores das atrações que irão se apresentar no Réveillon da Solidariedade. Com atrações que agradam todos os públicos, os valores pagos aos artistas nacionais e internacionais totalizam um custo de R$ 1 milhão e 700 mil.
Cantor sertanejo custará R$ 500 mil no Réveillon da Solidariedade Foto: Divulgação
O cantor sertanejo Luan Santana, que comandará o momento da virada do ano, receberá a quantia de R$ 500 mil, mesmo valor pago a dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano. O Estado justifica Luan Santana como um dos nomes mais festejados da nova geração de cantores nacionais. Conforme o documento: "sua apresentação propiciará uma repercussão nacional para a Cidade de Fortaleza, bem como para o Estado do Ceará, servindo, portanto, como estímulo para o comparecimento das pessoas ao evento, uma vez que o artista tem seu nome embutido dentre os maiores cantores na cena musical atual".

O cantor norte-americano, Billy Paul, receberá do Estado o montante de R$ 400 mil. Já a banda cearense Aviões do Forró, terá custo de R$ 250 mil para se apresentar no Aterro da Praia de Iracema. Os humoristas, que se apresentarão entre os shows musicais, Raimundinha, Ciro Santos,Lailtinho Brega, Mastrolgida e Skema, receberão um total de R$ 50 mil.
Show pirotécnico
Os fogos terão duração de 15 minutos. O valor, de cerca de R$ 702 mil, deve ser pago através do patrocínio de empresas privadas.
Diário do Nordeste

Hackers atacam base de dados do Enem

0 comentários
Hackers tentaram invadir a base de dados dos inscritos no Enem, o que aumentou a lentidão no acesso às notas das provas. Como medida de segurança, o Inep tirou o site do ar por 30 minutos, para 'blindar' as informações. O ataque hacker partiu de fora do País. Logo, mais informações.

Governo adia obrigatoriedade das novas regras ortográficas para 2016

0 comentários
O governo brasileiro adiou por mais três anos o início da obrigatoriedade do uso do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. O acordo que visa padronizar as regras ortográficas foi assinado em 1990 com outros países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). Com o adiamento, as novas regras, que se tornariam obrigatórias daqui a quatro dias, só poderão ser cobradas a partir de 1º de janeiro de 2016. O novo prazo consta em decreto presidencial publicado hoje (28), no Diário Oficial da União.

No início do mês, o senador Cyro Miranda (PSDB-GO) já havia antecipado que o governo federal adiaria a entrada em vigor do acordo. Na ocasião, o senador, membro da Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado, disse acreditar que o ideal seria elaborar um outro acordo, com maior participação da sociedade, e que só passasse a valer a partir de 2018.
Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe assinaram o acordo ortográfico em 1990. Na época, o Timor-Leste, que hoje faz parte da CPLP, ainda não era uma nação independente. O país só aderiu ao acordo em 2004, após tornar-se independente.
Cada país deve ratificar o documento assinado e definir os prazos para a entrada em vigor do novo acordo.
Em Portugal, a reforma foi ratificada e promulgada em 2008 e as novas regras entraram em vigor em maio de 2009, com a previsão de se tornarem obrigatórias em seis anos a partir dessa data. No Brasil, o acordo foi ratificado em setembro de 2008 e as novas regras já estão em uso, embora em caráter não obrigatório, desde 1º de janeiro de 2009.
O acordo também já foi ratificado por Cabo Verde (2006), São Tomé e Príncipe (2006), Guiné-Bissau (2009) e Timor Leste (2009). Moçambique e Angola ainda não ratificaram o documento.
Terra

População de Fortaleza decidirá em referendo sobre proibição de construções no Parque do Cocó

0 comentários

Pela primeira vez na história de Fortaleza, a população será consultada em referendo para aprovação ou não de uma lei na Capital. Ontem, a Prefeitura encaminhou um projeto de veto popular à Câmara Municipal. 

De autoria de moradores do bairro Cocó, o documento proíbe a construção de obras públicas - salvo quando de utilidade pública ou interesse social - e privadas na área do Parque do Cocó que cruza os limites do bairro. Para que a proteção valesse para todo o parque, seria necessário recolher assinaturas nos bairros que abrangem sua extensão dele.

Segundo o presidente da Câmara, Acrísio Sena (PT), a casa legislativa terá 30 dias para analisar o projeto. Depois disso, haverá o prazo de até um ano para realizar o referendo. “Geralmente, plebiscitos e referendos acompanham os processos eleitorais, até pelos custos (que geram)”, explica.

“O projeto nasceu da nossa vontade de proteger algumas áreas nas imediações do Cocó que estão suscetíveis à especulação imobiliária”, afirma Volia Barreira, moradora do Cocó e uma das organizadoras da iniciativa. Para que fosse encaminhado à Câmara, o grupo teve de recolher a assinatura de, no mínimo, 5% dos moradores do bairro, o que totalizou 750 pessoas. “Esse é um momento histórico para a cidade e para essa comunidade, que se organizou. (Espero) que isso sirva de exemplo para outras comunidades que queiram preservar o patrimônio ambiental”, enfatiza a prefeita Luizianne Lins (PT).

Para definir a área a ser protegida, o Movimento Veto Popular em Defesa do Cocó utilizou como base as delimitações do parque (poligonal) estabelecidas em um estudo feito pelo Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam) em 2008.

De acordo com o presidente do Conpam, Paulo Henrique Lustosa, “essa poligonal é um estudo que não é conclusivo”. O Governo do Estado também analisa propostas feitas pelo Instituto de Desenvolvimento Agrário do Ceará (Idace) e pela Secretaria da Infraestrutura (Seinfra). Atualmente, são levadas em conta as poligonais desenhadas em 1989 e 1993, nos decretos de criação do parque.

Brecha na lei?

O projeto possibilita a construção de obras públicas, desde que tenham “utilidade pública ou interesse social”. Segundo Antônio Pinheiro Cavalcante, morador do Cocó, caberá à Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Controle Urbano (Semam) definir se as futuras intervenções na área protegida se enquadram nesses aspectos.

O titular da Semam, Adalberto Alencar, explica que essa ressalva está prevista na legislação ambiental federal e uma lei municipal não poderia excluí-la. O economista e ambientalista João Saraiva, integrante do Movimento SOS Cocó, pondera que “o dispositivo abre possibilidades para que, em nome do social, faça aterros e desmatamentos”. Porém, ressalta que a maior parte da área do parque é composta de Áreas de Proteção Permanente (APPs) e, por isso, construções só devem ser realizadas se não houver alternativas.

O Parque do Cocó ainda não é reconhecido como Unidade de Conservação, pois os decretos de criação já expiraram e as desapropriações de terrenos privados não foram realizadas. O Governo do Estado debate a regularização do parque e espera concluir o processo até o final de 2014. “O que garantimos, como Estado, é que, na área original, não autorizamos edificação. Nem vamos autorizar”, enfatiza Paulo Henrique Lustosa.

ENTENDA A NOTÍCIA

Plebiscito e referendo são consultas previstas na Constituição Federal. A principal distinção entre eles é a de que o plebiscito é convocado previamente à criação do ato legislativo ou administrativo. Já o referendo é convocado posteriormente, cabendo ao povo ratificar ou rejeitar a proposta.

O POVO

Repórter acusa governo de Roraima de agressão e cerceamento profissional

0 comentários

Um repórter da "Folha de Boa Vista" acusa o chefe da Casa Militar de Roraima de tê-lo agredido e retirado à força de um evento do governo.
O fotógrafo Janderson Nobre, 29, diz ter sido abordado pelo coronel Edison Prola e por outros policiais enquanto cobria uma entrega de brinquedos em um estádio de Boa Vista, no último domingo (23).
Nobre disse que a abordagem ocorreu após ele ter feito imagens de uma mulher que recebia atendimento médico, e ainda antes da cerimônia da entrega dos brinquedos.
"Nesse momento fui abordado pelos oficiais, que me pediram para não fotografar. O coronel Prola me pegou pelo braço, gritou e me expulsou do estádio. Ainda consegui ligar a máquina e gravei a agressão", disse o repórter fotográfico.
Nobre foi levado ao IML (Instituto Médico Legal), onde passou por exame de corpo de delito. Reportagem recente da "Folha de Boa Vista" apontara suspeitas sobre a licitação para a compra dos brinquedos entregues no domingo. "Não sei os motivos reais do governo [para a suposta agressão], mas com certeza foi cerceada a liberdade de imprensa numa cobertura jornalística", afirmou.
O governador José de Anchieta Júnior (PSDB), que participou do evento, não se pronunciou sobre a denúncia de agressão.
O subsecretário de Comunicação do governo, Gustavo Vieira, negou que o repórter tenha sido agredido, mas criticou a "Folha de Boa Vista". Afirmou que Nobre foi retirado do evento porque fotografou uma senhora sem permissão e porque não portava credencial do jornal.
"Ele [Nobre] deveria respeitar as pessoas, não respeitou. O jornal 'Folha de Boa Vista' não desceu do palanque, não faz jornalismo e não se conformou com a vitória do governo", disse.
Frederico Leite, advogado da "Folha de Boa Vista", disse que ingressará com representação no Ministério Público de Roraima contra o governador e os oficiais da Polícia Militar envolvidos no episódio.

Folha

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

CEO Centro é pioneiro no N/NE a atender pacientes com deficiência

0 comentários
Já está em funcionamento no Centro de Especialidades Odontológicas de referência estadual CEO Centro o primeiro serviço de atendimento de alta complexidade do Norte e Nordeste para pacientes com deficiência. Iniciado em 18 de dezembro como atendimento-dia, o serviço conta com equipe formada por dois cirurgiões dentistas, um clínico geral, um médico anestesista, enfermeiras e auxiliares de enfermagem. Com atendimentos às terças e sextas-feiras, os pacientes iniciam o tratamento às 7 horas da manhã, sob anestesia geral no centro cirúrgico, e são liberados no fim da tarde. Durante o atendimento são realizados todos os procedimentos necessários, como extrações, restaurações e limpeza dos dentes. O encaminhamento de pacientes é feito pelos CEOs regionais e municipais.

Em novembro deste ano, a Secretaria da Saúde do Estado iniciou o Planejamento e Discussão da Atenção à Saúde Bucal a Pessoas com Deficiência, com base na criação da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência, instituída pelo Ministério da Saúde. O Núcleo de Atenção à Saúde Bucal da Sesa apresentou aos diretores dos CEOs do Ceará (municipais, regionais e estaduais) a sistemática de funcionamento do Centro Cirúrgico do CEO Centro. A Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência objetiva garantir o atendimento odontológico integral e qualificado a todos os portadores de deficiência. O atendimento é iniciado na atenção básica, pelas equipes de saúde bucal, e referenciado para o nível secundário (CEOs) ou terciário (atendimento hospitalar), nos casos de maior complexidade. A Secretaria da Saúde do Estado já solicitou a adesão de 25 CEOs regionais e estaduais, inclusive aqueles que estão para ser inaugurados. As primeiras adesões deverão ser confirmadas já em dezembro, com a liberação do incentivo.

A atenção especializada é garantida pelos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs regionais). O Ceará conta, atualmente, com 86 CEOs estaduais, regionais e municipais, a segunda maior rede pública de atenção à saúde bucal do país, menor apenas que a do estado de São Paulo, segundo o Ministério da Saúde. Na rede estadual, além dos CEOs localizados em Fortaleza – CEO Centro, CEO Rodolfo Teófilo, CEO Joaquim Távora –, o Governo do Estado já entregou 13 CEOs regionais em Juazeiro do Norte, Baturité, Acaraú, Sobral, Camocim, Ubajara, Russas, Brejo Santo, Caucaia, Crato, Crateús, Itapipoca e Limoeiro do Norte, e serão inaugurados outros cinco em Cascavel, Canindé, Icó, Maracanaú e Quixeramobim.

Como unidades especializadas, que realizam serviços de periodontia, endodontia, instalação de próteses, os três CEOs estaduais na capital recebem pacientes encaminhados pelas equipes do Programa Saúde da Família (PSF) do município. A exceção são os casos de emergência. No CEO Centro e no CEO Joaquim Távora funciona sem parar, inclusive nos finais de semana e feriados, o serviço de emergência 24 horas.

Nos CEOs regionais que já funcionam no interior do Estado, o encaminhamento de pacientes é feito pelas secretarias municipais de saúde, a partir da solicitação de consultas e exames feitas na atenção básica. No agendamento, o paciente escolhe data e horário para a consulta ou exame, de segunda a sexta-feira, de acordo com a disponibilidade de vagas. A distribuição de vagas para atendimento é proporcional à população de cada município da região de saúde.



Assessoria de Comunicação da Sesa

Band vai vender Canal 21 para igreja Mundial

0 comentários

Nos interiores da Band, embora a sua direção não admita, já se dá como certa a venda do Canal 21 para a igreja Mundial, entenda-se Valdemiro Santiago.
Preço do negócio: R$ 600 milhões, divididos em 20 suaves prestações de R$ 30 milhões.
* Colaboração de José Carlos Nery

Luizianne dirige PT-CE até novembro de 2013

0 comentários
A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, afirmou nesta quinta-feira (27) em entrevista à TV Diário, que irá presidir o PT estadual até novembro de 2013, a pedido da presidenta Dilma Roussef e do ex-presidente Lula. "Eles pediram para não sair da presidência estadual do PT, afirmou Luizianne. Em relação à sua gestão, ela afirmou que sai de cabeça erguida do governo. "Me sinto bem pois estou saindo do jeito que entrei. Me sinto profundamente agradecida e reconhecida com o povo", disse. A prefeita comentou ainda recebeu palavras de incentivo do ex-presidente Lula. "Fiquei muito feliz com o reconhecimento do presidente Lula. Eu tenho o coração cheio de alegria. A felicidade de sair de cabeça erguida não tem preço", concluiu.

Cláudio Humberto

Governo estuda subsídio para a compra de aparelhos de TV digital

0 comentários

O governo vai universalizar a televisão digital, nem que tenha de pagar por isso. Segundo o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, está em análise a possibilidade de conceder subsídios para que as famílias possam adquirir aparelhos digitais ou conversores (set-top box), e assim permitir que as transmissões pelo sistema antigo, o analógico, deixem de ocorrer.
"Precisamos acelerar a digitalização, e se não houver uma ação forte do governo, a meta de 2016 vai atrasar", disse Bernardo, em entrevista ao Estado. O estímulo para que famílias modernizem seus equipamentos de TV não é inédito. Nos Estados Unidos, por exemplo, o governo chegou a distribuir aparelhos quando decidiu utilizar apenas a TV digital. "E lá, a TV aberta nem é tão importante quanto no Brasil", observou o ministro.
O governo também estuda medidas de incentivo para que as emissoras acelerem a digitalização. "Vamos precisar de medidas fortes", disse Bernardo, sem antecipar o que será feito. O problema está nos cerca de 500 municípios que utilizam a frequência de 700 megahertz (MHz), e que concentram perto de 80% da população brasileira. O governo quer que eles transmitam apenas sinais digitais, o que abriria espaço para licitar a faixa para a banda larga móvel de quarta geração (4G).
Essa é apenas uma das mudanças tecnológicas em curso que, na visão do ministro, ajudarão a elevar os investimentos do setor em 2013. Num momento em que despertar o "espírito animal" do empresariado é prioridade da presidente Dilma Rousseff, Bernardo avalia que o setor de telecomunicações deu uma contribuição importante.
As empresas investiram de 12% a 13% mais em 2012 do que no ano passado, e é possível que o volume chegue perto de R$ 25 bilhões. Se confirmada essa cifra, será batido o recorde de 2001, ano de privatizações, quando os investimentos chegaram a R$ 24,2 bilhões.
Outro setor que vai "bombar" investimentos no ano que vem é o que utiliza comunicação máquina a máquina. São serviços como monitoramento de veículos e câmeras de segurança por chip, que deverão decolar porque o Congresso Nacional aprovou recentemente a desoneração tributária das ligações entre chip e central. Falta a edição de um decreto, que deverá ficar pronto no primeiro trimestre de 2013.
Haverá investimentos fortes também na construção da infraestrutura para a telefonia 4G. A meta é que o serviço seja oferecido no ano que vem nas seis cidades-sede da Copa das Confederações, mas a expectativa é que ele chegue a sete ou oito capitais, incluindo São Paulo.
Concorrência. O serviço 4G exigirá a instalação de um grande número de antenas, cujo custo é elevado. Ao contrário do que acontece atualmente, a infraestrutura será compartilhada entre as operadoras. O governo quer obrigar as empresas de telecomunicações a repartir a infraestrutura também nos demais serviços. O assunto é polêmico e há empresas "rangendo os dentes", comentou.
O decreto abrirá espaço para mais concorrência. Hoje, uma distribuidora de energia, por exemplo, pode vender para as empresas de telecomunicações a possibilidade de utilizar seus postes para passar fios. Mas, como não há parâmetro, o custo varia de R$ 1,50 a R$ 12,00 por poste.
Essa flexibilidade de preços permite inibir a entrada de novos operadores. "Não é difícil para a empresa que já está lá fazer uma conversa e pedir para não deixar entrar mais ninguém", exemplificou Bernardo. "Nós vamos disciplinar isso, exigir um tratamento isonômico."
O decreto deverá também prever que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) deixe de cobrar direito de passagem para a instalação de fios e cabos nas margens das rodovias. Hoje, isso rende uma receita da ordem de R$ 200 milhões ao ano. "Estamos propondo que o Dnit não cobre mais, porque isso aumenta o custo." O Ministério dos Transportes já concordou, segundo informou o ministro.
Estadão

Um dia todo nós Iremos nos Separar

0 comentários
Um dia a maioria de nós irá se separar. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos... 

Saudades até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim... do companheirismo vivido... Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre... 

Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai pra seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, segue a sua vida, talvez continuemos a nos encontrar, quem sabe... nos e-mails trocados... 

Podemos nos telefonar... conversar algumas bobagens. Aí os dias vão passar... meses... anos... até este contato tornar-se cada vez mais raro. Vamos nos perder no tempo... 

Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão: Quem são aquelas pessoas? Diremos que eram nossos amigos. E... isso vai doer tanto!!! Foram meus amigos, foi com eles que vivi os melhores anos de minha vida! 

A saudade vai apertar bem dentro do peito. Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente... Quando o nosso grupo estiver incompleto... nos reuniremos para um último adeus de um amigo. E entre lágrima nos abraçaremos... 

Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado... E nos perderemos no tempo... 

Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades... 

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores... mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!!!

Fernando Pessoa 

Salário mínimo causará impacto de R$ 1,88 bi nos municípios

0 comentários

O aumento de R$ 56 no salário mínimo, a partir de 1º de janeiro, vai provocar impacto de R$ 1,88 bilhão nas contas das prefeituras no ano que vem. O cálculo é da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério do Trabalho e Emprego.

O salário mínimo atual, de R$ 622, passará para R$ 678, como determina o Decreto 7.872 publicado ontem, 26, no Diário Oficial da União. O aumento leva em consideração a inflação de 2012 mais o crescimento da atividade econômica do ano anterior, como forma de recuperar o poder de compra do salário mínimo.

Essa política, de acordo com o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, tem sido “bastante salutar para a população”, mas ele adverte que um acréscimo de 9% no salário mínimo “pode causar problemas de caixa às prefeituras, porque pressiona fortemente as folhas de pagamento dos municípios que têm baixa arrecadação”.

Termina prazo para justificar ausência nas últimas eleições

0 comentários

Terminou nesta quinta-feira (27) o prazo para os eleitores que não votaram no segundo turno das eleições municipais deste ano regularizar a situação com a Justiça Eleitoral. A justificativa deve ser apresentada em qualquer cartório eleitoral.

O eleitor que não votar e não apresentar justificativa fica impedido, entre outras coisas, de tirar passaporte, fazer inscrição em concurso público, tomar posse em cargo público e renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo. Quem deixar de votar três vezes e não apresentar justificativa  tem o título cancelado.

Seca: Mais recursos serão liberados nesta sexta-feira (28)

0 comentários
O Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), realiza solenidade para entrega de projetos de convivência com a seca, liberação de crédito para a agricultura familiar, além de assinatura de convênios para realização de obras estruturantes. O evento será nesta sexta-feira (28), no Parque de Exposições Governador César Cals e contará com a presença do governador Cid Gomes e do secretário da SDA, Nelson Martins.

Será assinado ordem de serviço com Organizações Não Governamental (ONGs) para construção de 30.294 cisternas de placa e 7.800 quintais produtivos com cisternas de produção. A ação tem parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS) e beneficiará mais de 90 municípios com investimento total superior a R$ 130 milhões.

Serão divulgados três editais do Projeto São José III para investimento em sistemas de abastecimento d'água, esgotamento sanitário e projetos produtivos, contemplando as cadeias produtivas da ovinocaprinocultura, apicultura piscicultura e agricultura irrigada. O investimento será de R$ 47,7 milhões e faz parte de convênio entre o Banco Mundial e o Governo do Estado do Ceará.

Através do Programa Água Para Todos, será assinada ordem de serviço com a Cooperativa Cearense de Prestação de Serviço e Assistência Técnica LTDA (Cocepat) para os serviços de ação social e concepção de 1.350 sistemas simplificados de abastecimento d`água, contemplando os territórios Sertão Central, Sertões dos Inhamuns/Crateús, Metropolitano, Vales do Curu/Aracatiaçu, Chapada da Ibiapaba, Extremo Oeste, Sobral, Litoral Leste, Maciço de Baturité e Médio Jaguaribe.

Já com com a empresa New Ello será assinada ordem de serviço para a ação social e implantação de 14.228 cisternas de polietileno, beneficiando 14 municípios nos territórios do Cariri, Sertão Centro Sul, Sobral e Maciço de Baturité. O investimento total é de aproximadamente R$ 7 milhões, através de parceria entre a SDA e o Ministério da Integração Nacional.

Também serão entregues sistemas de irrigação para agricultura familiar, contemplando os municípios de Choró, Alto Santo, Senador Pompeu e Quixadá. O investimento é superior a R$ 1,3 milhão e beneficiará 110 famílias. Já os irrigantes do Projeto Mandacaru (Castanhão) serão beneficiados com entrega de 23.400 aspersores, com valor superior a R$ 190 mil e liberação de crédito emergencial do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Na ocasião, também serão entregues projetos de cultivo de frutas e hortaliças (mandalas), de mini-fábricas de compostagem orgânica, medidores horo-sazonal, tanques de resfriamento de leite e kits de higienização da ordenha, motoensiladeiras, bibliotecas Arca das Letras e certificados de implantação de telecentros do Projeto Territórios Digitais/Casa Digital do Campo.

Ainda na solenidade, a Coordenadoria de Desenvolvimento Territorial e Combate à Pobreza Rural (Codet) vai entregar dois caminhões com composto orgânico para os beneficiários do Projeto de Agricultura Urbana da Região Metropolitana de Fortaleza.


Serviço

Solenidade para anunciar ações de convivência com a seca e assinar convênios para
obras estruturantes
Data: 28 de dezembro, às 9 horas
Local: Parque de Exposições Governador César Cals

Cid Gomes dá posse a Socorro França como assessora especial de Políticas Públicas

0 comentários


O governador Cid Gomes deu posse nesta quinta-feira (27) à ex-procuradora geral de Justiça do Estado, Socorro França, no cargo de assessora especial de Políticas Públicas sobre Drogas. Segundo Cid Gomes, “a assessoria está sendo confiada a uma pessoa que foi talhada para assumir o cargo”, comentou.

Segundo Cid Gomes, Socorro França assumirá o que ele considera o maior desafio de todos que o poder público possa enfrentar. “No meu entendimento, o assunto drogas requer dois tipos de enfrentamento: o primeiro é o combate aos traficantes, realizado pela polícia, mas com a ajuda do Ministério Público e do Poder Judiciário. O segundo é a intervenção realizada à maior vítima de todos, o viciado. Este deve ser acolhido em bons leitos, receber tratamento com internação, intervenção religiosa e depois capacitação, para que, quando sair, possa desfrutar de uma vida digna e sustentável”, enfatizou a nova assessora especial, destacando também a necessidade de apoio de todos na implementação de uma política sobre drogas.

De acordo com Socorro França, a função que lhe foi confiada deve ser, antes de tudo realizada com amor. “Para bem desempenhar essa função, temos que dar as mãos, para que possamos reconstruir a instituição família e a sociedade. O problema das drogas envolve soluções ligadas à educação, turismo, saúde, segurança, cultura e muitas outras. Quero contar com todas essas vertentes para desenvolver e ressocializar os jovens. Vamos caminhar juntos, enfrentar juntos o grande mal que é a questão das drogas lícitas e ilícitas em nosso Estado”, concluiu.

Participaram da solenidade o Cônsul do México, João Soares Neto; o procurador geral de Justiça do Estado do Ceará, Ricardo Machado; o secretário chefe da Casa Civil, Arialdo Pinho; o secretário chefe do Gabinete do Governador, Danilo Serpa; o secretário de Turismo do Ceará, Bismarck Maia; a secretária de Justiça do Estado, Mariana Lobo; o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Francisco Bezerra; o chefe da Casa Militar, Joel Brasil; a defensora pública geral do Estado, Andréa  Coelho; a secretária da Educação, Izolda Cela; o secretário da Ciência e Tecnologia, René Barreira; do secretário de Esportes, Gony Arruda;  a desembargadora Iracema do Vale; os deputados estaduais Sérgio Aguiar e Fernanda Pessoa; a presidente do Centro Industrial do Ceará, Nicole Barbosa; o pároco da Catedral, Padre Clairton Alexandrino; o vice-presidente da OAB Ceará, Ricardo Bacelar, e a Coordenadora Estadual de Políticas para Mulheres, Mônica Barroso, e demais autoridades.


Sobre Socorro França

Maria do Perpétuo Socorro França Pinto foi quatro vezes procuradora geral da Justiça do Ceará. Ela exerceu funções de professora do Senac, do Liceu do Ceará, Universidade de Fortaleza (Unifor), profissional liberal, na área de contabilidade, em São Luís do Maranhão, sua terra natal, promotora de Justiça, de 1974 a 1978. Socorro França fundou, no Ceará, o Programa Especial de Defesa do Consumidor (Decon). Ela também foi a idealizadora dos Núcleos de Mediação Comunitária e das Promotorias Especializadas nos núcleos do meio ambiente e da saúde.


Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado do Ceará

'Se falarem que caiu o sistema porque caiu um raio, gargalhem', diz Dilma

0 comentários


A presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira que os problemas de interrupção de energia que aconteceram recentemente em todo o país são fruto de erros humanos e não devem ser atribuídos a problemas como raios que teriam atingido as subestações ou linhas de transmissão. Durante café da manhã com jornalistas nesta manhã, a presidente foi enfática - e inclusive usou um mapa do Brasil para ilustrar as quedas de raios neste ano - para afastar a hipótese de que fenômenos naturais poderiam causar esses problemas. Ela ainda negou que há chances de ocorrerem apagões no Brasil.
- O dia em que falarem para vocês em que caiu o sistema porque caiu um raio, gargalhem. Raio cai todo dia nesse país, toda hora. O raio não pode desligar o sistema. Se desligou, é falha humana. Raio é derivado de uma chuva, que é crucial para um sistema hídrico. Não é sério dizer que a culpa é do raio, nossa briga é impedir que quando a raio caia o sistema pare.
Dilma disse que acha “ridículo” dizer que o país corre o risco de racionamento de energia.
- O país tem que se antecipar, planejar. Hoje estamos saindo da mão para a boca. Acho ridículo dizer que no país temos risco de racionamento.
Para a presidente, o sistema elétrico deve ser “implacável” contra interrupções de energia e o país não pode aceitar conviver com essa situação. Porém, a presidente afirmou que o país não irá enfrentar novos apagões e que essa é uma forma “maldosa” de encarar a questão.
Ela avalia que muitas vezes os novos investimentos são privilegiados e a manutenção fica em segundo plano. Segundo a presidente, durante seu governo as duas frentes serão feitas, mantendo investimentos mas sem esquecer de realizar a manutenção do sistema elétrico.
- Quem tem de dizer quem tem de investir no sistema elétrico é o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico). Se não disser, não tem ordem de investimento - disse. - O sistema elétrico tem de ser implacável com interrupções, não podemos conviver com isso.
A presidente mencionou as recentes falhas de energia e no ar condicionado dos aeroportos do do Galeão e Santos Dumont, no Rio, como exemplos da falta de manutenção. Para Dilma, esses são exemplos similares aos que acontecem no sistema elétrico.
- No Galeão, foram duas coisas: falha humana, porque deveriam ter trocado o ar condicionado que estava velho, e sobrecarga, por causa da temperatura alta - avaliou.

O Globo

Luizianne avalia Cid Gomes como “traiçoeiro”

0 comentários

A prefeita Luizianne Lins (PT) chamou o governador Cid Gomes (PSB) de traiçoeiro ao acusar o gestor de fazer ofensas pessoais e ao ressaltar a forma como o ex-aliado tratou a realização da festa de Réveillon deste ano.

“O traiçoeiro estava só esperando isso. Ninguém contrata artista da noite para o dia. Ele já estava com tudo pronto. Quero saber se essas instituições vão investigar como foi tem sido tratado essa festa”, disparou na gravação do programa Além da Notícia, na manhã desta quinta-feira (27).

E mais
Na entrevista, a prefeita faz um balanço dos últimos oito anos, conta bastidores do dia da eleição em Fortaleza e diz que não vai passar o reveillon no Aterro. Contrariando as expectativas, Luizianne também confirma que vai participar da solenidade de transmissão do  cargo para Roberto Cláudio (PSB) no Paço Municipal.  

Nepotismo?
Luizianne também chamou a atenção para um possíovel caso de nepotismo no governo de Roberto Cláudio ao destacar a nomeação de Prisco Bezerra (irmão do prefeito eleito) para o cargo de secretário do governo. “Ele não só nomeou o irmão para o secretariado, mas o colocou na função mais importante do governo. No ponto de vista da lei, isso é, de fato, nepotismo”, disse.

De malas prontas
Apesar das críticas, a prefeita revelou que passará um período no Rio de Janeiro para evitar que a presença dela prejudique o andamento inicial da gestão de Roberto Cláudio. “O meu desejo é que a cidade só melhore. Ele tem que ter liberdade para fazer a política dele. Não vou ficar aqui pontuando as ações dele. Por isso, passarei esse tempo fora”, promete ao destacar que só vai viajar após a solenidade de entrega da faixa, prevista para a próxima terça-feira (1).

Presidência do PT
Ela, porém, garantiu que vai continuar na presidência estadual do PT, apesar de não ser o desejo dela. A gestora explicou que a decisão aconteceu após pedidos da presidente Dilma e ex-presidente Lula e fez um balanço do período de oito anos em que ficou à frente da Prefeitura de Fortaleza. “Mesmo com toda pressão que recebi, esses quase 50% dos votos nas eleições foi muito gratificante por mostrar que a a população entendeu todo esse processo”, acrescenta.

Dinheiro em caixa
A prefeita ainda garantiu que vai deixar dinheiro em caixa e que, inclusive, vai deixar recursos para o pagamento dos servidores da prefeitura no primeiro mês do ano.

Pra conferir
Para conferir a entrevista na íntegra, assista ao programa Além da Notícia, na noite da próxima sexta-feira (28), às 19h35.

Jangadeiro Online

SBT exalta conquista da vice-liderança em anúncio

0 comentários

Em anúncio veiculado nesta quinta-feira, o SBT exalta a conquista e consolidação da vice-liderança na audiência em 2012. O texto é uma clara provocação à maior concorrente na briga pelo segundo lugar no Ibope, a Record. Entre janeiro e novembro deste ano, a emissora de Silvio Santos acumulou a média de 5,6 pontos, na Grande São Paulo, apenas um ponto atrás da Record, que atingiu 6,3 pontos no mesmo período, segundo dados do Ibope, o que é considerado um empate técnico. O vencedor desta disputa acirrada vai ser revelado somente em 2013, quando for computado o desempenho das emissoras em dezembro. 

Mesmo assim, o SBT tem motivos para terminar o ano com otimismo. A estreia do remake de Carrossel ajudou o canal a atingir dois dígitos no horário nobre. Em agosto, outro anúncio, voltado apenas ao mercado publicitário, já enaltecia a conquista da vice-liderança. A ação foi motivada pelo fato de a TV ter ficado um ponto à frente da Record na faixa horária das 24 horas (06h às 5h59), na Grande São Paulo, no mês de junho. Com 6 pontos de média, a emissora de Silvio Santos registrou aumento de 10% na audiência em relação a maio, segundo dados divulgados pelo canal. Em julho, a briga pela vice-liderança foi mais acirrada e o SBT teve média de 6,1 pontos, contra 6 da Record.

No embalo de Carrossel, está prevista a estreia de outro remake de sucesso dos anos 90, a novela infanto-juvenil Chiquititas. Para turbinar ainda mais a estreia, Silvio Santos escalou Anna Livya Padilha, a atriz-mirim que foi alçada à fama instantânea ao interpretar uma menina-fantasma em pegadinha. O vídeo virou hit na internet e ganhou repercussão internacional. 

Mega da Virada já teve mais de 129 milhões de apostas

0 comentários

A Caixa Econômica Federal (CEF) informou nesta quinta-feira (27) que a Mega da Virada, concurso especial da Mega-Sena que deve pagar R$ 230 milhões na segunda-feira (31), arrecadou até a última quarta-feira (26) R$ 258.120.698,00, com mais de 129 milhões de apostas em todo o território nacional.
Durante toda a semana, as apostas da modalidade serão voltadas exclusivamente para o concurso especial da Mega-Sena, inclusive as apostas que forem feitas com os volantes normais. A Mega da Virada não acumula. Se não houver ganhadores na faixa principal, o prêmio será dividido entre os acertadores da quina e assim por diante.
Com o valor total do prêmio, se apenas uma pessoa acertar os seis números, o novo milionário poderá adquirir quase dois mil carros de luxo ou 460 imóveis de R$ 500 mil cada. Caso aplique todo o dinheiro na poupança, o ganhador poderá obter mais de R$ 982 mil em rendimentos mensais, equivalente a mais de R$ 32 mil por dia.
Os 10 números mais sorteados na Mega-Sena, desde a sua criação, são: 5 (contemplado 177 vezes); 33 (163 vezes); 54 (162 vezes); 51 (161 vezes); 43 (160 vezes); 53 (160 vezes); 4 (159 vezes); 24 (158 vezes); 29 (158 vezes) e 17 (157 vezes). O número 10 já foi sorteado em dois sorteios de Mega da Virada – em 2009 e 2010.
Bolão 
As apostas podem ser feitas em qualquer uma das mais de 12 mil lotéricas, em todo o Brasil, até as 14h (horário de Brasília) do dia 31. As apostas também podem ser feitas com o Bolão Caixa. Para a Mega da Virada, as regras são as mesmas da Mega-Sena. O valor mínimo do bolão é de R$ 10 e cada cota deve ser de, no mínimo, R$ 4. Cada bolão deve ter no mínimo 2 e no máximo 100 cotas. Basta preencher o volante com o número de cotas desejado ou informar diretamente ao atendente da casa lotérica. Caso o apostador decida comprar cotas de um bolão organizado pela própria casa lotérica, pode ser cobrada uma tarifa de serviço de até 35% do valor da aposta.
Sorteios Em decorrência do feriado de ano-novo, no dia 1º de janeiro não haverá sorteio das loterias da Caixa. Na segunda-feira (31), serão sorteados os concursos 849 da Lotofácil, 3.083 da Quina e 1.138 da Dupla Sena. Os sorteios serão realizados a partir das 17h (horário de Brasília). As apostas podem ser feitas até as 14h da segunda-feira. O sorteio da Mega da Virada será realizado em São Paulo (SP), a partir das 20h.

    Cereser é multada por comercializar bebida parecida com espumante para crianças

    0 comentários


    A Cereser do Brasil foi multada em R$ 1,1 milhão por comercializar a bebida Spunch para crianças. Para o Procon do Paraná e o Ministério Público, a bebida induz a criança a consumir álcool, pois a embalagem tem forma de garrafa de espumante, com direito a rolha. A mercadoria terá que ser recolhida em 24 horas de todos os estabelecimentos que a comercializam. A bebida, que não tem álcool em sua composição, se assemelha a embalagens dos espumantes e mostra personagens infantis da Disney. A Defensoria Pública de São Paulo também recomendou a retirada da bebida do mercado, pois não poderia fazer menção a produtos destinados a adultos, e que a empresa deve assumir o risco de induzir crianças e adolescentes ao consumo de bebidas reguladas. O caso repete os motivos da proibição aos chocolates em forma de cigarro. 

    Município de Fortaleza deve manter a matrícula de 80 alunos com necessidades especiais

    0 comentários

    O juiz Roberto Viana Diniz de Freitas, do Grupo de Auxílio para Redução do Congestionamento de Processos da Comarca de Fortaleza, determinou que 80 alunos com necessidades especiais continuem matriculados no Centro de Convivência Mão Amiga, no bairro Jóquei Clube. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico dessa quarta-feira (26/12).

    Segundo o processo (nº 0077337-79.2007.8.06.0001), que tramita na 5ª Vara da Fazenda Pública, a Secretaria Municipal de Educação e o Centro de Convivência firmaram convênio, em 2005. Na ocasião, ficou acertado que a instituição atenderia 80 alunos com deficiência física e mental.

    No entanto, em agosto de 2007, a Secretaria afirmou que o Centro só teria capacidade física para 60 estudantes e que, por isso, o antedimento seria reduzido proporcionalmente. Indignados com a situação, os responsáveis pelos alunos ingressaram na Justiça.

    Liminar foi concedida determinando a manutenção da matrícula de todos os estudantes. O Município foi notificado da decisão, mas não prestou esclarecimentos. Ao julgar o mérito da ação, o juiz Roberto Viana ratificou a liminar, reconhecendo o direito dos alunos de continuarem matriculados, de acordo com os termos do convênio firmado.

    O magistrado levou em consideração que a redução das matrículas contraria o artigo 208 da Constituição Federal, que garante atendimento educacional especializado aos portadores de deficiência, além do Estatuto da Criança e do Adolescente.

    Para o juiz, não se trata da capacidade técnica em educação especializada, por parte do Centro de Convivência, mas da forma com que o Município determinou, de modo abrupto, a redução do número de estudantes, “causando surpresa e ocasionando extrema preocupação para as famílias desses jovens portadores de necessidades especiais”.

    TJCE

    'Para evitar polêmica', deputado do PT recusa título de cidadão baiano para Joaquim Barbosa

    0 comentários

    O deputado estadual Luciano Simões (PMDB) propôs nesta quarta-feira (26), na última sessão do ano da Assembleia Legislativa da Bahia, a concessão de título de cidadão baiano para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, que foi o relator do processo do mensalão na Corte. No entanto, o líder da maioria, Zé Neto (PT), não concordou com a iniciativa do peemedebista. Para a aprovação da matéria, era necessário que os líderes de governo e oposição assinassem um requerimento para a dispensa de formalidades. “Já tínhamos aprovado vários títulos. Isso foi proposto no final da sessão, achei que era mais para fazer fita e quis evitar polêmica”, disse Zé Neto ao Bahia Notícias. De acordo com o petista, diante da proposta de Simões, o deputado Álvaro Gomes (PCdoB) quis estender o mesmo tratamento ao revisor do mensalão, Ricardo Lewandowski, que se posicionou quase sempre de forma contrária a Barbosa durante o julgamento. Correligionário de Simões, Geddel Vieira Lima chamou a atenção para o fato em seu Twitter: “Na Assembleia da Bahia, o PT baiano aprova vários títulos de cidadão baiano e recusa apoio ao titulo do ministro Joaquim Barbosa”. O líder da bancada do PT, Yulo Oiticica, negou que o partido tenha agido em retaliação ao presidente do STF. “O ministro Joaquim Barbosa, negro, foi nomeado pelo presidente Lula, do PT: coisa que nunca aconteceu com os partidos da elite branca”, pontuou. Zé Neto foi autor do projeto que concedeu o título de cidadão baiano ao jornalista Paulo Henrique Amorim, apoiador do governo Lula. Entre as personalidades que já receberam a honraria, estão também o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), o ex-técnico do Bahia, Paulo Roberto Falcão, e a cantora Claudia Leitte.

    Dilma Rousseff sanciona vale-cultura de R$ 50 para trabalhadores

    0 comentários

    A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta quinta-feira (27) a lei do vale-cultura, um benefício de R$ 50 por mês que dará acesso a produtos e serviços culturais como livros, shows e cinema. Terão direito trabalhadores com carteira assinada que recebam, preferencialmente, até cinco salários mínimos por mês.
    As empresas que aderirem ao vale-cultura terão incentivo do governo e poderão  deduzir parte do valor no imposto de renda. O benefício deve começar a ser concedido em julho de 2013, prazo para regulamentação da lei.

    Caixa libera R$ 101 bi em crédito imobiliário em 2012

    0 comentários

    A liberação de empréstimos imobiliários pela Caixa Econômica Federal chegou a R$ 101 bilhões na última sexta-feira (21), valor recorde para um único ano. O valor representa crescimento de 33,8% em relação ao mesmo período no ano passado, quando foram liberados R$ 75,4 bilhões.
    Desses empréstimos, R$ 44,95 bilhões correspondem a recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Outros R$ 38,7 bilhões são linhas com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), e R$ 17,36 bilhões são do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) e demais fontes.
    Segundo o vice-presidente de Governo e Habitação da Caixa, José Urbano Duarte, a previsão para o próximo ano é que o crédito imobiliário do banco continue em crescimento, chegando à marca de R$ 120 bilhões. O banco reduziu neste ano os juros do crédito imobiliário em até 21%. Nas operações com recursos da poupança, aumentou o prazo de financiamento de 30 para 35 anos.
    A Caixa iniciará em 2013 a atuação da processadora de crédito imobiliário, que vai disponibilizar financiamentos 24 horas, sete dias por semana, levando as propostas de financiamento e sua concretização ao local onde os negócios serão realizados. "Os clientes receberão informações da situação de seus processos de financiamentos em tempo real, por meio da internet e do celular, podendo complementar documentos e informações por intermédio desses canais. Isso trará mais facilidade, modernidade no acesso ao crédito da casa própria", diz Urbano.
    Para o vice-presidente, a contratação de crédito imobiliário sem circulação de papel - o chamado Processo Zero Papel - será outro passo importante, resultando em maior agilidade na realização das operações de crédito imobiliário, grande comodidade para os clientes e redução de custos.
    A criação da empresa processadora de crédito imobiliário foi anunciada pelo banco em agosto de 2012. A nova empresa tem como acionistas a IBM, a Fundação dos Economiários Federais (Funcef) e a Caixa Participações (Caixapar), braço de investimentos da Caixa. 
    Estadão

    Táxis, vans e caminhões poderão ter bloqueio de partida para condutor alcoolizado

    0 comentários
    A Câmara Federal analisa proposta que determina a instalação de bafômetros em veículos de frota. Trata-se do projeto de lei 4394/12, que propõe a instalação do aparelho será obrigatória em veículos destinados ao transporte escolar, em táxis e em frotas de caminhões, ônibus e vans. Esse será um item de fábrica obrigatório para veículos desses tipos produzidos a partir de 2014. Segundo o PL, o condutor deverá fazer o teste de nível alcoólico sempre antes da partida do veículo. Caso o resultado seja acima de um parâmetro pré-estabelecido, a partida será bloqueada. O autor do projeto, deputado Manato (PDT-ES),  explicou que esses aparelhos já foram testados nos Estados Unidos e na Suécia. Segundo ele, o custo de instalação seria de aproximadamente R$ 1 mil por veículo. “É um valor baixo se comparado aos prejuízos e acidentes caríssimos que a direção combinada com álcool pode acarretar. Ademais, as empresas teriam um gasto que, com certeza, seria mínimo em relação aos enormes prejuízos causados por acidentes no trânsito que, espera-se, diminuiriam muito”, argumentou. A proposta, que tramita em caráter conclusivo, ainda será analisada pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; Viação e Transportes; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

    PT só vê reeleição de Dilma com crescimento de 4%

    0 comentários

    Preocupada com o pífio desempenho da economia nos últimos dois anos, a presidente Dilma Rousseff inicia a segunda metade de seu mandato, a partir de 1º de janeiro, com a difícil tarefa de fazer o governo andar, recuperar a confiança dos investidores e soldar a base aliada, hoje com fraturas expostas. No ano em que o PT completa uma década no comando do País, a cúpula do partido avalia que a reeleição de Dilma, em 2014, depende de um crescimento de, no mínimo, 4%.

    “Nós não podemos perder 2013”, disse o senador Jorge Viana (PT-AC), ex-governador do Acre. “(O ano de) 2012 foi muito ruim e precisamos dar uma dinâmica ao governo agora, para criar o ambiente que vai deslanchar o processo (da reeleição). Todos nós sabemos que é necessário acelerar o Programa de Aceleração do Crescimento”, emendou ele, usando um trocadilho para se referir ao PAC.

    Dilma afirma que fará “o possível e o impossível” para o País crescer 4% ao ano. Estimativas do Banco Central, porém, indicam expansão do Produto Interno Bruto (PIB) de apenas 1%, em 2012. A previsão acendeu a luz amarela no Palácio do Planalto.

    Na seara política, as angústias do PT se concentram no impacto do julgamento do mensalão e nos desdobramentos da Operação Porto Seguro, que chegou ao gabinete da Presidência em São Paulo e à Advocacia-Geral da União. No Planalto e no partido, petistas preveem mais ataques na direção do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no rastro das denúncias do empresário Marcos Valério, que o acusou de receber dinheiro do mensalão.

    DESAGRAVO 
    - Com esse diagnóstico, o PT prepara um grande ato de desagravo a Lula para fevereiro, quando o partido fará 33 anos. A iniciativa faz parte do cronograma para “vender” as conquistas dos dez anos do PT à frente da Presidência e se contrapor à agenda negativa do julgamento do mensalão e outros escândalos, como o da Porto Seguro.

    “Vamos para a ofensiva. Se tem uma coisa que unifica todo mundo do PT e da esquerda é defender Lula e seu legado”, afirmou o senador Lindbergh Farias (PT-RJ). “Lula nunca deixará de ser garoto-propaganda de Dilma. Os dois estão colados”, insistiu o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. “Engana-se quem pensa que pode acabar com ele para enfraquecer a presidente e destruir nosso projeto. Nós vamos pôr a realidade nos trilhos.”

    A outra frente de preocupação do Planalto está nos movimentos do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Presidente do PSB, partido da base de apoio governista, Campos dá sinais de que poderá enfrentar Dilma na disputa pela Presidência. Sua decisão, porém, está vinculada à economia. Se o cenário estiver melhor e Dilma mantiver a alta popularidade, Campos adiará seus planos. Caso contrário, tem tudo para comandar o racha da aliança.

    “Vivemos um período de Tensão Pré-Eleitoral”, resumiu o presidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), ao prever um 2013 de “muitas turbulências”. Partido do vice-presidente Michel Temer, o PMDB tem certeza de que o PSB de Campos quer puxar sua cadeira. Em público, no entanto, os peemedebistas só falam no receituário para “destravar” os nós do governo e tirar projetos da prateleira.

    “Parece que está faltando um gerentão em cada área”, admitiu Raupp. “São entraves burocráticos e, enquanto não se resolvem, o Brasil fica patinando, sem crescer, por falta de infraestrutura.”

    A presidente diz que 2013 será um ano de “grandes batalhas” e uma delas consiste em vencer a briga com Estados não produtores de petróleo para, no futuro, destinar 100% dos royalties do pré-sal à educação. “Estou vendo um final de governo com economia em declínio, denúncias e cisões na base aliada”, provocou o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP). “O crepúsculo só é bonito na natureza. Na base do governo, não.”

    Cotado para assumir a presidência da Câmara a partir de fevereiro, o deputado Henrique Eduardo Alves (RN), líder do PMDB pôs água na fervura. “Em 2010, foi Lula que articulou a eleição de Dilma, mas agora é diferente. A partir de 2013, ela vai costurar acordos, agregar correligionários, parceiros e isso vai ensejar uma nova relação política”, apostou Alves.
    Fonte: Agência Estado

    Genoino pode tomar posse como deputado na próxima semana

    0 comentários

    A Secretaria-Geral da Mesa da Câmara recebeu nesta quinta-feira (27) o pedido de renúncia do deputado Carlinhos Almeida (PT-SP), o que abre espaço para que o ex-presidente nacional do PT e réu condenado no julgamento do mensalão,José Genoino, tome posse como parlamentar já na próxima semana.
    Segundo informações da Câmara, o documento pede a desincompatibilização de Almeida do mandato a partir do dia 1º de janeiro, quando assume como prefeito de São José dos Campos (SP).

    Genoino foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, e a uma pena de 6 anos e 11 meses de prisão em regime semiaberto, mais o pagamento de R$ 468 mil em multas.
    Ele é o primeiro da lista para assumir um posto na coligação formada nas eleições de 2010, segundo dados levantados pela Câmara. O ex-presidente do PT é o segundo suplente da coligação, mas o primeiro, Vanderlei Siraque (PT-SP), assumiu como deputado federal na vaga deixada por Aldo Rebelo, atual ministro do Esporte.
    O presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), vem defendendo que Genoino tem o direito de assumir o posto mesmo após o STF ter determinado a perda dos diretos políticos dos condenados no julgamento do mensalão. Para Maia, as decisões da corte só valem após o processo ter sido transitado em julgado.

    Servidores da Prefeitura de Campina Grande realizam protesto por atraso no pagamento dos salários

    0 comentários

    Com os salários atrasados há pelo menos três meses, um grupo de servidores da Prefeitura Municipal de Campina Grande se reuniu na manhã desta quinta-feira (27) para protestar em frente ao prédio da Secretaria de Finanças, no Centro da cidade. Segundo os funcionários da Prefeitura, nem o 13º salário foi quitado ainda.

    A manifestação fechou o trânsito em uma das faixas da avenida Floriano Peixoto por mais de duas horas. No cruzamento com a Rua Maciel Pinheiro, os manifestantes colocaram jarros e baldes de lixo, interditando a passagem. Nas redes sociais, muitos moradores da cidade comentaram o assunto.

    Segundo uma servidora municipal que preferiu não se identificar, o prefeito Veneziano Vital do Rego teria prometido que o pagamento seria feito até essa quarta-feira (26), o que não ocorreu.

    A reportagem do NE10 Paraíba tentou entrar em contato com a Prefeitura de Campina Grande, mas ninguém atendeu aos telefonemas. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste da Borborema (Sintab), o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) e o Ministério Público (MP) já foram acionados para que alguma providência seja tomada.

    Fernando Hugo critica ações da prefeita Luizianne nos últimos dias de gestão

    0 comentários

    Durante pronunciamento no primeiro expediente da sessão plenária desta quinta-feira (27/12), o deputado Fernando Hugo (PSDB) criticou a “postura deselegante” da prefeita Luizianne Lins que questionou o conhecimento do próximo gestor, deputado Roberto Cláudio (PSB), sobre as contas da gestão petista e disse que ele nomeou parentes para o secretariado municipal.

    Para o tucano, ela não está sabendo perder e age de forma “mesquinha”. Outra atitude da prefeita criticada por Fernando Hugo é o envio do projeto de veto popular à Câmara Municipal para proibir construções na área do Parque do Cocó. “A poucos dias de deixar o Paço, ela se dá ao desplante de perseguir uma administração que nem começou. É um jeito completamente desastroso de deixar a Prefeitura”, afirmou.

    Em aparte, deputado Mário Hélio (PMN) reforçou as críticas à prefeita. “Ela está atirando para todos os lados e ainda vai continuar. O egoísmo dela é grande e prejudicou nossa cidade”, comentou.

    Rachel Marques (PT) pediu mais respeito à prefeita e mais reconhecimento aos avanços conquistados por ela nos oito anos de mandato.

    Sobre as críticas ao futuro prefeito, Augustinho Moreira (PV) lamentou que Luizianne Lins esteja perdendo seu “patrimônio político” por conta de seu “grande rancor”, esquecendo-se de que ainda precisará de apoio político para aprovar suas contas e prosseguir na política. “É preciso uma reflexão dela sobre isso”, sugeriu.

    Dilma: acho 'ridículo' dizer que país corre risco de racionamento de energia

    0 comentários

    Depois de seguidos apagões que atingiram vários Estados recentemente, a presidente Dilma Rousseff descartou nesta quinta-feira (27) que haja uma crise de energia no país. A declaração foi feita em encontro de fim de ano com jornalistas, no Palácio do Planalto.
    Segundo Dilma, as empresas de energia não investiram adequadamente na manutenção do sistema elétrico durante anos, mas, a partir de agora, o quesito será melhor fiscalizado.
    De acordo com a presidente, o compromisso do governo é fazer com que as interrupções de energia sejam superadas. "Acho ridículo dizer que o Brasil corre risco de racionamento de energia", disse
    Dilma criticou a tentativa de colocar a culpa em fenômenos naturais, como raios. Segundo ela, se houve interrupção, houve falha humana. “No dia que falarem que [houve interrupção de energia porque] caiu um raio, vocês gargalhem."
    “Raio cai todo dia. Um raio não pode desligar o sistema. Se cai, é falha humana. Não é sério dizer que o sistema caiu por causa de um raio”, disse Dilma mostrando fotos de satélites mapeando a constante incidência de raios no território nacional nos últimos dias.
    “Tem que ser resistente ao raio, isolar e recuperar. Tem que ter bloqueio, estar blindado”.
    Na avaliação da presidente, a interrupção do fornecimento de energia no Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, no Rio de Janeiro, na noite desta quarta-feira (26), que provocou atrasos em 19 voos, foi falha humana.
    “No Galeão, foram duas coisas: falha humana, porque deveriam ter trocado o ar condicionado que estava velho, e sobrecarga, por causa da temperatura alta”, avaliou. Dilma disse que é preciso se antecipar e adequar os equipamentos para possíveis riscos. “Planejar é isso.”
    '2013 será um ano muito bom'
    Sobre a economia do país, Dilma declarou que "2013 será um ano muito bom, e que investir em infraestrutura tem que virar agora uma obsessão".
    A presidente disse ainda que o governo quer a inflação e as contas públicas sob controle e que fará tudo que for  possível para que haja deficit nominal decrescente.
    O que as concessões das elétricas têm a ver com a conta de luz mais barata?
    Na véspera do feriado de 7 de setembro, a presidente Dilma Rousseff anunciou que a conta de luz ficaria mais barata para consumidores e empresas a partir de 2013. A medida era uma reivindicação antiga da indústria brasileira para tornar-se mais competitiva em meio à crise global.
    Para conseguir baixar a conta de luz, o governo precisou "mudar as regras do jogo" com as companhias concessionárias de energia, e antecipou a renovação dos contratos que venceriam entre 2015 e 2017. Em troca de investimentos feitos que ainda não tiveram tempo de ser “compensados”, ofereceu uma indenização a elas.
    Algumas empresas do setor elétrico ofereceram resistência ao acordo, alegando que perderiam muito dinheiro.   
    Desde o anúncio de Dilma, as ações de empresas ligadas ao setor passaram a operar em baixa na Bolsa de Valores, e algumas chegam a acumular queda de mais de 40% em dois meses. Com isso, o setor elétrico, que era historicamente atrativo por ter resultados e dividendos estáveis ou crescentes mesmo em crises econômicas, passou a ser alvo de desconfiança de investidores desde então no mercado acionário brasileiro.
    UOL


     

    Blog do Alex Santana . Copyright 2008 All Rights Reserved Revolution Two Church theme by Brian Gardner Converted into Blogger Template by Bloganol dot com