quarta-feira, 29 de abril de 2015

Poucas chuvas no Ceará

0 comentários
Pelo segundo dia seguido, o quadro de chuvas no Estado se mostra desanimador. Apenas onze municípios, conforme o site da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), registraram precipitações das 7 horas da última segunda-feira até 7 horas de ontem: As duas maiores foram em Barroquinha, com 18,4 milímetros e Chaval, com 12 mm. A Funceme prevê para hoje "céu com nebulosidade variável e com eventos de chuvas no norte. No centro, possibilidade de chuva isolada. No sul, céu parcialmente nublado".

“Não há nenhuma hipótese de Luizianne deixar o PT", diz Elmano de Freitas

0 comentários
O presidente do PT de Fortaleza, deputado estadual Elmano de Freitas, marcou para o próximo dia 9 uma reunião do partido. O objetivo, segundo informa para esta Vertical, é discutir a situação da Capital e, principalmente, elaborar um documento crítico sobre a gestão do prefeito Roberto Cláudio (Pros). Todas as correntes terão direito a apresentar sua posição acerca da cidade e da gestão para a elaboração final do documento. Elmano avalia que, antes de começar a discutir sucessão, o PT terá que fazer uma radiografia do cenário e, a partir daí, começar a definir suas prioridades eleitorais. Sobre Luizianne Lins, ele reafirma que ela é um dos nomes para o embate das urnas e aproveita até para descartar: “Não há nenhuma hipótese de Luizianne deixar o PT, como se tem especulado”.

Coluna Vertical

Fusão: PSB X PPS

0 comentários
O PSB vai discutir em reunião da Executiva Nacional nesta quarta-feira, 29, a possível fusão com o PPS. Segundo informou o presidente do PSB, Carlos Siqueira, a reunião foi convocada com o intuito principal de discutir a união, até agora debatida informalmente entre os dirigentes do PSB. "O início da discussão formal será hoje. Tem um sentido político na fusão, já que PPS e PSB têm afinidades históricas. Mas vamos ouvir os membros da Executiva com o intuito de não impor uma decisão a ninguém", afirmou Siqueira.
A decisão de prosseguir com o projeto de fusão com o PPS foi articulada pelo grupo que vem ganhando força dentro do PSB desde o rompimento com o PT e o lançamento da candidatura do falecido Eduardo Campos à Presidência. É o mesmo grupo que defendeu o apoio ao tucano Aécio Neves no segundo turno, cujos componentes mais notórios são o presidente do PSB em São Paulo, Márcio França (vice-governador do tucano Geraldo Alckmin), o ex-deputado que foi vice de Marina Silva nas eleições, Beto Albuquerque (RS), o deputado Júlio Delgado (MG), e Geraldo Júlio, prefeito de Recife, e Paulo Câmara, governador de Pernambuco. E foi reforçado com o afastamento de figuras históricas do PSB mais alinhadas à esquerda e com laços antigos com o PT, como Roberto Amaral - que perdeu a presidência da sigla e a posição na Executiva - e Luiza Erundina - que foi contra apoiar Aécio e também deixou a Executiva.

Doações para Nepal

0 comentários
Para doações às vítimas do terremoto de Nepal, acesse a ONG inglesa Plan (www.plan.org.br), que atua em 70 países e vem apoiando crianças atingidas por essa tragédia nesse País.

Câmara de Fortaleza aprova concurso para professores

0 comentários
A Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) aprovou, ontem, em primeira discussão, a criação de 1.679 novos cargos para professores municipais. Do total, foram criadas 940 vagas para professores pedagogos e 739 professores de áreas especializadas. Os cargos gerarão um impacto financeiro no Município de mais de  R$ 64 milhões.
No texto da mensagem, que foi aprovada por unanimidade no plenário como também nas comissões de Legislação e Educação da CMFor, o prefeito Roberto Cláudio (Pros) afirma que a criação dos cargos é um “compromisso do Governo Municipal de elevar a qualidade dos serviços prestados à população fortalezense, especialmente no âmbito da educação, possibilitando o fortalecimento de ações voltadas para a promoção da melhoria do ensino público municipal, por meio da criação de novos cargos de professores, integrantes do grupo do núcleo de atividades específicas da educação”.
A mensagem justifica ainda que, os cargos visam  atender à demanda da Rede Pública Municipal de Ensino de Fortaleza, considerando as aposentadorias e as exonerações ocorridas no decorrer desta gestão, bem como a perspectiva de ampliação, ocasionada pela elevação do número de alunos matriculados e o crescimento do número de unidades escolares. “Destaca-se, ainda, que o constante incremento da educação pública de Fortaleza, com o investimento na construção de equipamentos escolares, tais como centros de educação infantil e escolas de tempo integral, impõem a contratação de mais profissionais do magistério para que a população seja atendida com satisfação.”
A matéria entrará, hoje, em 2ª discussão e, amanhã, entrará em votação final. Após aprovação da mensagem, a Prefeitura terá de lançar ainda um edital para que seja realizado um concurso público para a ocupação dos cargos. 
Despesas
De acordo com o líder do governo, deputado Evaldo Lima (PCdoB), a criação de novas vagas, gerará um impacto financeiro no Município de R$ 64,2 milhões. Contudo, afirmou que mesmo com a aposentadoria de muitos profissionais da educação e a contratação de outros, o Município terá uma economia de R$ 22 mil. “Então, estamos introduzindo na Secretaria de Educação, na Rede Municipal de Educação, 1.679 professores, sem gerar ônus ao tesouro”, frisou. 
Concurso
O vereador Acrísio Sena (PT) frisou que a Casa não estava votando a criação de um concurso público, mas, sim a criação de cargos de provimento efetivo no ambiente especializado para a educação. “O concurso não precisa passar pela Casa, o prefeito tem autonomia de baixar o edital e fazê-lo. Nossa luta é para que neste semestre, seja lançado o edital, para que antes de abril do ano que vem, antes das eleições, os professores sejam chamados”, ratificou.

Aníbal Gomes acusa Eunício Oliveira de perseguição dentro do PMDB

0 comentários
O deputado federal Aníbal Gomes (PMDB) acusou o senador Eunício Oliveira (PMDB) de perseguí-lo na sua base eleitoral no interior do Ceará. A declaração do parlamentar foi dada ontem ao Blog do Eliomar. De acordo com o peemedebista, Eunício tem prometido o comando de diretórios municipais a correligionários de outra corrente política dentro do partido. A atitude seria uma represália ao seu posicionamento na eleição estadual de 2014. “Ele não gostou da minha atitude e tem procurado me perseguir”, contou Aníbal, que apoiou a candidatura do hoje governador Camilo Santana (PT).
Rebatendo as declarações do deputado, o vice-prefeito e presidente do PMDB em Fortaleza, Gaudêncio Lucena, negou a acusação de perseguição. Segundo ele, o que existe é o “princípio da reciprocidade”. “O que acontece no partido é uma coisa muito simples: o princípio da reciprocidade. Se você é do PMDB e não apoia o candidato do PMDB, como você vai querer ter o mesmo tratamento de um filiado que se dedicou à campanha?”, afirma o dirigente.
Lucena disse que o deputado trabalhou para a campanha do petista Camilo Santana no ano passado. “O Aníbal foi talvez o mais importante adversário do Eunício pela diferença de votos. Se tivesse votado no senador, ele teria sido eleito governador. O PMDB perdeu em todos os municípios da base do Aníbal”.
Sobre a acusação de que Eunício estaria oferecendo o comando do partido nos municípios da base eleitoral de Aníbal a adversários, Gaudêncio afirmou que o partido tem sido procurado para novas adesões, e que esses novos filiados “serão muito bem recebidos”.
Procurado pelo O POVO, o senador Eunício Oliveira não foi localizado até o fechamento desta página. Segundo a assessoria, ele estaria em uma reunião em Brasília.
O POVO

Refinaria: Tasso cobra reação do Governo do Estado diante de proposta da Petrobras

0 comentários
O senador Tasso Jereissati(PSDB) reagiu diante da proposta compensatória da Petrobras ao Ceará, pela não implantação da Refinaria Premium II, e cobrou uma reação do Governo do Estado. Durante audiência na Comissão de Assuntos Econômicos, na manhã desta terça-feira, o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, anunciou que nos próximos cinco anos a Refinaria cearense está fora dos planos, e que como compensação à não implantação do empreendimento está sendo estudada a transferência da área de tancagem do Porto do Mucuripe para a região destinada à Refinaria, no Pecém. 
Ao questionar Bendine sobre o projeto, Tasso solicitou que ele “apresentasse a verdade sobre o assunto”, devido ao que chamou da  “maior farsa da história do Ceará” - que foi a promessa do ex-presidente Lula, presidente Dilma e do ex-presidente da Petrobras, Sérgio Gabriele. “Houve lançamento da pedra fundamental, e se fez o Governo do Estado gastar bilhões de reais ao redor de uma refinaria que estava pra ser iniciada obras durante oito anos. O povo do Ceará, inclusive, votou acreditando nessa promessa”. 
Em seguida, ao responder, o presidente da Petrobras assegurou que “ a curto prazo não há condição. Nos próximos cinco anos nós (Petrobras) não temos capacidade de voltar a fazer uma refinaria no Estado do Ceará”. Em seguida, afirmou que há estudo de transferência do parque de distribuição de combustível, hoje em funcionamento no Porto do Mucuripe, para a área da Refinaria, como forma de compensar o Estado pela não execução do projeto.
FARSA - Após a reunião, Tasso reforçou suas críticas à decisão. Para ele, o anúncio do presidente sobre a não execução do empreendimento,  “representa  um reconhecimento oficial, agora,  da Petrobras, de que tudo que foi feito nos últimos dez anos foi uma enorme farsa, que iludiu o povo cearense e, mais que iludiu, causou um  prejuízo  enorme ao estado do Ceará que focou neste projeto como grande  ideia de desenvolvimento.  O Lula como a Dilma estavam mentido de uma maneira muito clara, explicita e muito sem pudor ao povo cearense para ganhar os votos que tiveram” 
Sobre a possível compensação apresentada por Bendine, ele cobra uma reação do Governo do Estado: 
- Isso é cada vez mais uma enganação. Essa transferência tem que ser feita e, inclusive, já projetada, e isso não é compensação coisa nenhuma. É brincadeira, uma piada de mau gosto. O Governo do Ceará tá na hora de se impor e exigir seus direitos e reparações sobre o engano, a farsa que houve e que, infelizmente, envolveu todos os cearenses.

Viaturas: decisão com técnica e austeridade

0 comentários
A decisão do Governo do Ceará de comprar automóveis mais baratos e com menor custo de manutenção para servirem de viaturas policiais vai muito além de uma simples troca de marcas. Trata-se de uma importante guinada na forma e no conceito de administrar o Estado. 
A substituição do carro sugere um modelo de gestão mais racional, focado na austeridade e sem perder a qualidade técnica. Pelas informações até aqui expostas, as novas viaturas podem ser até três vezes mais baratas que as atuais camionetes com tração nas quatro rodas e câmbio automático. É evidente que a manutenção também é bem mais em conta.
A escolha de uma viatura policial não pode ser feita a partir de experiências pessoais acerca da qualidade e durabilidade do carro. Um automóvel pode ser muito adequado para alguns usos (percorrer o Estado em campanha política, por exemplo) e péssimo para outros (policiamento urbano, por exemplo).
Parece ser esse o caso das camionetes que viraram um símbolo das últimas duas gestões estaduais. No dia a dia do policiamento, os carros se mostraram inadequados em vários sentidos. Para citar apenas dois, a tração foi um luxo desnecessário e o câmbio automático um item que limitou a ação dos carros (em perseguições, por exemplo).
Os modelos até aqui sugeridos são largamente usados em vários outros estados do País. Independentemente do preço e do modelo, uma viatura policial tem, pela natureza do serviço, vida curta. Estima-se que 30 meses é um limite de tempo razoável. Portanto, é preciso que o carro possua custos adequados.
A qualidade do policiamento não depende do modelo da viatura que faz a ronda urbana. Muito mais relevante é a qualidade do policial, a presteza e a eficiência do sistema. Essa compreensão talvez seja a mais importante mudança de concepção na área de segurança pública. Definitivamente, não é o “carrão” que estabelece a autoridade policial, como se alardeou durante anos.
Um estado com as condições econômicas do Ceará jamais pode abrir mão da austeridade nas compras governamentais. As decisões devem sempre se basear na técnica e nunca desconsiderar o impacto dos custos futuros nas contas do Governo.
O POVO

Letícia Spiller posa sem sutiã para revista: "Sexy além dos limites"

0 comentários
Letícia Spiller posa sem sutiã para revista: "Sexy além dos limites"
A atriz Letícia Spiller abusou da sensualidade ao posar para a capa da revista “Vip” de maio. Aos 41 anos, linda e loira, ela aparece sem sutiã, segurando um dos seios e parcialmente coberta por um blazer vermelho. Além da publicação destacar: “sexy além dos limites”.
A moça estará na novela “I love Paraisópolis”, que estreia no dia 11,  com estilo perua. Segundo o Extra, ela não descarta a possibilidade de posar nua:
“Não sou a favor desse tipo de foto, acho machista. Mas, se me oferecessem muito dinheiro, uma quantia que valesse a pena, eu avaliaria”.

STF manda soltar Pessoa e mais 8 empreiteiros presos pela Lava Jato

0 comentários
Por 3 votos a 2, a segunda turma do STF (Supremo Tribunal Federal) concedeu nesta terça-feira (28) liberdade condicional ao empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC, e mais oito empreiteiros que foram presos pela Polícia Federal por suspeita de participação na operação Lava Jato.
Os empresários devem usar tornozeleira e cumprirão prisão domiciliar. Os votos favoráveis à soltura foram dos ministros Teori Zavascki, Dias Toffoli e Gilmar Mendes, e os contrários, de Cármen Lúcia e Celso de Mello.
Os demais empresários que serão soltos são Agenor Franklin Medeiros, diretor-presidente da área internacional da OAS; Erton Medeiros Fonseca, diretor de negócios da Galvão Engenharia; João Ricardo Auler, presidente do Conselho de Administração da Camargo Corrêa; José Ricardo Nogueira Breghirolli, apontado como contato do doleiro Alberto Youssef com a OAS, Mateus Coutinho Sá Oliveira, funcionário da OAS; Sérgio  Cunha Mendes, vice-presidente executivo da Mendes Júnior; Gerson  Almada, vice-presidente  da empreiteira Engevix; e José Aldemário Pinheiro Filho, presidente da OAS.
Ricardo Pessoa e os demais empreiteiros estavam presos desde a deflagração da sétima fase da Lava Jato, em novembro do ano passado. O dono da UTCé apontado como o líder do "clube" de empreiteiras que se reuniram para a formação de cartel, segundo o Ministério Público. Também é acusado pelo MP de ter participado de um esquema de pagamento de propina a ex-diretores da estatal para auxiliar no fechamento de contratos.
A soltura representa uma derrota no STF do juiz Sergio Moro, que julga os casos da Lava Jato em primeira instância. Os pedidos de habeas corpus dos outros empreiteiros investigados na Lava Jato estavam sendo negados pelo Supremo até o momento. Os ministros do tribunal alegavam que os recursos ainda deveriam passar pela análise das instâncias inferiores como STJ (Superior Tribunal de Justiça) e o TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região). O pedido julgado hoje já foi analisado e rejeitado por estas instâncias.

Defesa critica Moro

O advogado de Pessoa, Alberto Toron, argumentou que a prisão preventiva é uma medida excepcional e que os argumentos apresentados pelo juiz Sérgio Moro para justificar a prisão dos empreiteiros não se sustentam atualmente.
Toron disse que seu cliente foi afastado da UTC e que o processo de investigação do esquema já está quase concluído na Justiça Federal do Paraná, pois só restam testemunhos de defesa. Esta última tese, segundo o advogado, se contrapõe ao argumento de Moro de que Pessoa aliciaria prováveis testemunhas de acusação se estivesse solto.
Relator do processo, Teori Zavascki concordou com os argumentos da defesa de Pessoa e votou pela liberdade do empreiteiro. Os ministros Dias Toffoli e Gilmar Mendes acompanharam o voto do relator. 
A ministra Cármen Lúcia argumentou que o processo investigatório na primeira instância da Justiça não foi concluído e, portanto, interrogatórios ainda podem ser alterados. "Não existe mulher quase grávida, não existe instrução quase acabada", declarou a ministra. Também defendeu que seu afastamento da empresa não garante que Pessoa não irá voltar a cometer crimes se colocado em liberdade.
O único preso pela PF suspeito de envolvimento no caso que foi solto pelo STF foi o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, que voltou para prisão em março após a descoberta de novos indícios de irregularidades.
O empresário negociou com os procuradores da Lava Jato um acordo de delação premiada. Ele declarou aos investigadores que pagamentos feitos à consultoria do ex-ministro José Dirceu eram parte de propina cobrada pelo esquema de corrupção, que correspondiam a 2% do valor de seus contratos com a estatal.
Há expectativa dos procuradores que Pessoa revele possíveis irregularidades em contratos de outra estatal, a Eletrobras, conforme mencionou o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. A concessão de liberdade de Pessoa pode frustrar a efetividade de novas revelações do empreiteiro.

Quem ainda está preso

Permaneceram 15 presos pela Lava Jato: o doleiro do esquema, Alberto Youssef; Nestor Cerveró, diretor da área internacional da Petrobras; Adir Assad, empresário apontado como um dos operadores do esquema; Fernando Antônio Falcão Soares, lobista conhecido como Fernando Baiano; Renato Duque, ex-diretor de serviços da Petrobras; Mário Frederico Mendonça Góes, apontado como um dos operadores; as doleiras Nelma Kodama e Iara Galdino; os ex-deputados federais Pedro Correa, Luis Argolo e André Vargas; Ricardo Hoffmann, diretor de agência de publicidade; João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT; Dario Galvão, presidente do grupo Galvão; e Guilherme de Jesus, funcionário da Galvão.
BOL

Lula diz que terceirização é retrocesso a período antes da Era Vargas

0 comentários
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) iniciou seu discurso nesta terça-feira (28), em evento que celebra 35 anos das grandes greves do ABC, com uma dura crítica ao Projeto de Lei 4330, que regulamenta a terceirização no País. Para uma plateia formada basicamente por trabalhadores ligados ao sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Lula disse: “Essa MP 4330 que tentar (regulamentar) terceirização é um retrocesso a (período) antes da era Vargas.” O ex-presidente referiu-se à proposta como “medida provisória”, embora seja um projeto de lei.
Nas críticas, Lula disse que se o projeto passar no Congresso, haverá um retrocesso à década de 30. “Estão tentando estabelecer uma relação de trabalho onde só o patrão vai ganhar.” E continuou: “Eles querem voltar ao passado com a lei da terceirização, quando a classe trabalhadora era tratada forma mais perversa possível.”
Em seu discurso, Lula conclamou os presentes a dizerem “não” ao PL 4330. E argumentou: “Nós temos que dizer não porque ninguém lutou mais do que nossa geração para conquistar respeito e direitos aos trabalhadores e agora, não podemos retroceder por alguns interesses econômicos e deixar o trabalhador mendigando direitos.”
O ex-presidente participa de evento no Sindicato dos Metalúrgicos de ABC que celebra os 35 anos das grandes greves do ABC e discute o futuro das negociações coletivas. Antes de seu discurso, foi exibido um filme com flashes das grandes greves no ABC no início dos anos 80, quando Lula começou a se tornar conhecido como líder sindical, não apenas no País, mas também no exterior.
(Fonte: Estadão Conteúdo)

terça-feira, 28 de abril de 2015

Google produzirá filmes e séries com estrelas do YouTube

0 comentários


O Google anunciou que o YouTube produzirá filmes com suas maiores estrelas, em uma parceria com a AwesomenessTV, que pertence à DreamWorks, ao longo dos próximos dois anos, de acordo com a Info. A empresa afirmou ainda que apoiará a produção de quatro séries originais produzidas por seus criadores de conteúdo mais conhecidos, incluindo Fine Brothers, Prank vs. Prank, Joey Graceffa e SMOSH. A série de Fine Brotheres será uma comédia satírica sobre programas de competições entre cantores, e será produzido em parceria com a Mandeville Films. O Prank vs Prank criará uma série de pegadinhas com convidados famosos. A série de Graceffa vai criar um reality show de mistério e assassinato, com outras estrelas do YouTube fazendo parte do elenco. Por fim, a dupla de comediantes do canal Smosh terá sua série de comédia em um restaurante temático atormentado por 'crianças fora de controle e pais loucos'. "Todos os filmes terão estreia mundial no YouTube antes que se tornem disponíveis em outros lugares, definindo o que acreditamos que se tornará um novo paradigma de distribuição para os próximos anos", disse o YouTube em comunicado. "Nós esperamos lançar nosso primeiro filme neste outono (do hemisfério norte), com mais detalhes vindo em breve". 

PT diz receber com indignação a desfiliação de Marta Suplicy

0 comentários
O Partido dos Trabalhadores (PT) disse em nota que recebeu com “indignação” a carta da senadora Marta Suplicy, que oficializou nesta terça-feira (28) sua saída do partido. Segundo o texto, as razões da saída da senadora se devem à “ambição eleitoral e a um personalismo desmedido”. “O PT recebe com indignação a carta da senadora Marta Suplicy oficializando sua desfiliação do PT. Apesar dos motivos enunciados, entendemos que as razões reais da saída se devem à ambição eleitoral da senadora e a um personalismo desmedido que não pôde mais ser satisfeito dentro de nossas fileiras. Por isso, resolveu buscar espaços em outros partidos”, diz a nota, de acordo com a Agência Brasil. No texto – assinado pelo presidente nacional do PT, Rui Falcão, pelo presidente do diretório estadual paulista, Emidio de Souza, e pelo presidente do diretório municipal de São Paulo, Paulo Fiorilo – o partido afirma que nunca cerceou atividades partidárias ou parlamentares da senadora e destaca que Marta foi prestigiada pela militância e pela direção do partido, sendo eleita deputada federal, prefeita, senadora e duas vezes nomeada ministra. “Lamentavelmente, a senadora retribui, com falta de ética e acusações infundadas, a confiança que o PT lhe conferiu ao longo dos anos. Ao renegar a própria história e desonrar o mandato, Marta Suplicy desrespeita a militância que sempre a apoiou e destila ódio por não ter sido indicada candidata à Prefeitura de São Paulo em 2012”, diz o comunicado. A nota critica a falta de coerência da senadora e diz que Marta age de forma oportunista. “Finalmente, é triste ver que a senadora jogue fora a coerência cultivada como militante do PT e passe a se alinhar, de forma oportunista, com aqueles que sempre combateu e que sempre a atacaram”.

Agenor Neto diz que o setor estadual de saúde está na UTI

0 comentários
Agenor Neto diz que o setor estadual de saúde está na UTI
O deputado Agenor Neto (PMDB) destacou, em pronunciamento no primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (28/04), o quadro de saúde do Ceará. Segundo o parlamentar, o setor está “na UTI” e a origem do “caos estaria na falta de gestão e recursos”. O deputado denunciou o atraso nos repasses de recursos aos consórcios municipais e informou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Iguatu não recebeu sequer o previsto para dezembro.
O deputado culpou o governador Camilo Santana pelo atual estado da área médico-hospitalar. Agenor Neto considerou ainda que a presidente Dilma Rousseff também “enganou” o Estado, transferindo cerca de R$ 1 bilhão a menos do que o previsto. “O governador precisa vir a público explicar o que está acontecendo”, afirmou.
Agenor Neto frisou que não se trata de obras em atraso, mas vidas de pessoas que estão sendo sensivelmente prejudicadas. “Quase 10 mil pessoas em Iguatu foram às ruas, para mostrar toda a indignação do descaso com a saúde da população e demais áreas da administração pública, como a educação”, comentou. De acordo com o deputado, as obras para as instalações do campus universitário de Iguatu estão atrasadas há sete anos.
“No último dia 20, tivemos audiência no Ministério Público, e a promotora Isabel Porto deu prazo até o dia 30 para o Governo do Estado se pronunciar e resolver a situação do Hospital Regional, que atende 10 municípios e é bancado só pela Prefeitura de Iguatu. O executivo municipal não tem mais como suportar sozinho as despesas de mais de R$ 8,4 milhões anuais ”, acrescentou. Ele salientou que, se a situação não for sanada, o Governo terá de assumir integralmente o hospital, já que a Prefeitura abdicará da gestão.
Agenor Neto pediu ao líder do Governo, Evandro Leitão (PT), o diálogo entre o Governo e Prefeitura até o dia 30, conforme determinado pela audiência no MP. Ele salientou que o hospital atende uma população de cerca de 500 mil pessoas, que serão prejudicadas caso não seja encontrada a solução para o problema. “A situação está insustentável”, pontuou.
Em aparte, o deputado Tomaz Holanda (PPS) informou que solicitou, em requerimento, a presença do secretário Carlile Lavor para explicar a real situação da área de saúde no Estado. Segundo ele, há Unidades de Pronto Atendimento com 113 pacientes em corredores, que estão se transformando em UTI. “Falta até insulina nos centros de atendimento ao diabetes”, assinalou.
O líder do Governo, Evandro Leitão (PDT), disse que é necessário fazer uma análise crítica da conjuntura nacional. Ele salientou que a tabela do SUS paga valores extremamente baixos. “Além disso, até o sistema privado de saúde está levando 60 dias para marcar um simples exame. É inadmissível que o Governo do Estado, após entregar 1.100 leitos públicos, assista ao fechamento de aproximadamente mil leitos privados. Está na hora de o Governo Federal também ser cobrado pelos prefeitos”, disse. JS/AT

Transmitir HIV deliberadamente poderá virar crime hediondo

0 comentários
A Câmara dos Deputados analisa projeto para tornar crime hediondo a transmissão consciente e deliberada do vírus HIV, que leva à AIDS. Trata-se do Projeto de Lei 198/15, do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), que tem o mesmo teor do Projeto de Lei 130/99, que acabou arquivado sem votação no começo deste ano.
Os crimes hediondos são considerados de maior potencial ofensivo e, por isso, tem regras mais severas. A prisão, por exemplo, será sempre iniciada no regime fechado. Os condenados por esses crimes também não podem receber graça ou anistia.
A transmissão proposital do HIV voltou à discussão no começo de 2015, depois de denúncias de grupos de pessoas contaminadas que se dizem “carimbadores” e espalham o vírus sem avisar os parceiros.
Pompeo de Mattos avalia que essa conduta tem de ser punida com rigor. “O portador do vírus da AIDS que têm conhecimento de sua doença deve ser responsabilizado com o rigor das penas da lei, caso transmita conscientemente a doença para terceiros”, disse.
Tramitação
A proposta está sendo analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, inclusive quanto ao mérito. Depois será votada pelo Plenário.

Governador anuncia reajuste de 13,01% para professores da rede estadual

0 comentários
Neste Dia Internacional da Educação, 28 de abril, o governador Camilo Santana homenageou os professores de todo o estado atendendo a uma antiga demanda da categoria: anunciou reajuste que iguala o salário dos profissionais no Ceará com o piso nacional da categoria. A proposta corrige o vencimento básico do magistério em 13,01% e beneficia 48.842 professores da rede estadual. O projeto de lei foi apresentado em coletiva de imprensa realizada ne terça-feira (28), no auditório do Palácio da Abolição, e será encaminhado no mês de maio para aprovação dos deputados estaduais na Assembleia Legislativa.
"Ao longo das últimas semanas, nós viemos mantendo diálogo franco e aberto com os representantes da categoria, buscando construir as condições para que, mesmo neste ano de dificuldade fiscal, pudéssemos honrar o compromisso de assegurar o piso nacional dos professores. É uma conquista histórica, justamente reivindicada por esses profissionais, que dedicam a vida a cuidar da nossa juventude e construir um estado melhor", elogiou o governador.
Das negociações com a categoria, o valor será pago retroativo ao mês de janeiro de 2015. O governador ainda se comprometeu em fortalecer o diálogo para viabilizar a continuidade da valorização da carreira de professor, criando condições para a progressão funcional.
Outros benefícios
O percentual total de 13,01% foi alcançado incluindo o reajuste de 6,45% da tabela já concedido pelo Governo do Estado aos professores no início deste ano. Também nos primeiros meses de 2015, o governador Camilo Santana enviou projeto de lei, aprovado pela Assembleia Legislativa, que concede vale alimentação aos professores temporários, na mesma forma e valor dos professores efetivos. Autorizou ainda a prorrogação do concurso público para o magistério estadual e a nomeação de 212 novos concursados.

Temer quer que reforma política reduza número de partidos

0 comentários
O vice-presidente da República e presidente do PMDB, Michel Temer, disse nesta terça-feira (28) que espera que a reforma política possa reduzir o número de partidos no País, “até para facilitar a governabilidade”.

“Atualmente, temos uma atomização partidária e intrapartidária, com muitas divergências internas dentro das legendas, como ocorre dentro do meu próprio partido”, afirmou, em audiência pública das comissões especiais que analisam propostas de emenda à Constituição (PECs 344/13, 352/13 e outras) e projetos de natureza infraconstitucional (que não mudam a Constituição) sobre reforma política.

Temer defendeu o voto majoritário para a eleição de deputados, sistema conhecido como “distritão”. Por esse sistema, seriam eleitos os candidatos mais votados em cada estado, sem se levar em conta os votos no partido. “Quem deve governar sempre é a maioria representativa do povo”, ressaltou.

Ele salientou que, se for adotado o voto majoritário, não haverá mais coligações de legendas para as eleições para deputado, o que ajudará a reduzir o número de partidos. Segundo ele, os partidos perderam, ao longo do tempo, sua identidade programática e hoje há homogeneidade de ideias entre as 32 legendas registradas no Brasil.

Entendimento

Porém, conforme Temer, é preciso verificar qual sistema eleitoral tem mais apoio na Casa. “Se os partidos não se entenderem em torno de um modelo, não conseguiremos os 308 votos necessários para essa reformulação política”, avaliou.

Para ele, os termos da reforma têm de ser dados pelo Congresso Nacional, sem que prevaleça a reforma ideal dele ou de qualquer outro presidente de partido. Temer acredita que sua presença nas comissões da Câmara que discutem a reforma política, assim como a dos presidentes de outros partidos, é simbólica e demonstra, mais do que nunca, a necessidade de a Casa aprovar mudanças neste momento.

Na visão dele, o Legislativo deve eleger três ou quatro temas prioritários para conseguir aprovar uma reforma possível, ainda que seja necessário juntar teses de diferentes partidos, formulando sistemas mistos.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Mercado estima inflação de 8,25% até o fim do ano

0 comentários
Agência Brasil (Brasília) – Analistas e investidores do mercado financeiro preveem que a inflação, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), feche o ano em 8,25%. A estimativa está no boletim Focus divulgado semanalmente pelo Banco Central. Para o Produto Interno Bruto (PIB) – soma das riquezas produzidas no país –, a perspectiva permanece pessimista, com queda de 1,1% e diminuição na produção industrial de 2,5%.
Para o câmbio, a projeção até o fim do ano é que o dólar chegue a R$ 3,20, e a taxa básica de juros fique em 13,25% ao ano. Houve leve elevação na estimativa para os preços administrados, aqueles monitorados pelo governo como luz e combustíveis, que passou de 13% para 13,1%, em 2015. A expectativa para a dívida líquida do setor público em proporção ao PIB foi mantida em 38%.
Nas contas externas, a expectativa para o déficit em conta-corrente aumentou de US$ 77 bilhões para US$ 78 bilhões, com o saldo da balança comercial em US$ 4,17 bilhões. Os investimentos estrangeiros diretos estão estimados em US$ 57 bilhões, de acordo com o boletim Focus.

Procuradoria denuncia Vaccari e Duque por 24 operações de lavagem de dinheiro

0 comentários
A força-tarefa do Ministério Público Federal na Lava Jato entregou à Justiça nesta segunda-feira (27) nova acusação formal contra o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque e o executivo Augusto Ribeiro de Mendonça Neto, um dos delatores da investigação sobre corrupção na estatal. Segundo o Ministério Público Federal, a denúncia foi oferecida pela prática de lavagem de dinheiro, por 24 vezes, no total de R$ 2,4 milhões, entre abril de 2010 e dezembro de 2013. Vaccari e Duque estão presos.
Segundo a denúncia, uma parte da propina paga para Renato Duque, então diretor de Serviços da Petrobras, foi direcionada por empresas do grupo Setal Óleo e Gás, controlado por Augusto Mendonça, para a Editora Gráfica Atitude Ltda., a pedido de João Vaccari Neto, então tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT). Os procuradores da força tarefa da Lava Jato sustentam que existem, ainda, “vários indicativos de ligação da Gráfica Atitude com o PT”.
Os procuradores relatam na acusação entregue à Justiça Federal que para conferir uma justificativa econômica aparentemente lícita para os repasses da propina, empresas do grupo Setal, Setec e SOG, assinaram dois contratos, em 1º de abril de 2010 e em 1º de julho de 2013, respectivamente, com a Gráfica Atitude Ltda.
“Contudo, a Gráfica jamais prestou serviços reais às empresas do grupo Setal, emitindo notas frias para justificar os pagamentos” afirmam os procuradores. “A responsabilidade criminal de pessoas vinculadas à Gráfica será apurada em investigações próprias.”
Segundo o procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da Força-Tarefa Lava Jato, “embora a denúncia envolva um partido político, o esquema era pluripartidário”.
“Já foram denunciados, anteriormente, operadores vinculados às diretorias controladas pelo PP e pelo PMDB. A partidarização do olhar sobre as investigações prejudica os trabalhos, porque tira o foco do que é mais importante, que é a mudança do sistema, o qual favorece a corrupção seja qual for o partido”, afirma a Procuradoria. “Por isso o Ministério Públcio Federal apresentou as dez medidas contra a corrupção e a impunidade.”
Vaccari permanece preso, à disposição da Justiça Federal. O procurador da República Roberson Pozzobon, que também integra a força-tarefa, ressalta que essa e outras prisões são essenciais para proteger a sociedade. “Os presos continuaram praticando crimes até 2014, de modo profissional e ignorando o avanço das investigações. Caso sejam soltos, estarão em posição de continuar a praticá-los, pois são donos e dirigentes de empresas com grandes contratos com o poder público, ou mantêm milhões em propinas no exterior que poderão ser escondidas ou gastas.”
O Ministério Público Federal pediu a condenação dos réus à restituição de R$ 2,4 milhões, bem como ao pagamento, a título de indenização, de mais R$ 4,8 milhões.
A pena para o crime de lavagem de dinheiro é de três a dez anos de prisão. Segundo a Procuradoria, a pena aplicada será aumentada de um até dois terços “em razão da reiteração dos crimes e de terem sido praticados por organização criminosa”.
(Fonte: Estadão Conteúdo)

Primeiro teste caseiro de HIV começa a ser comercializado no Reino Unido

0 comentários


O primeiro teste caseiro que permite saber em 15 minutos se uma pessoa foi infectada com o vírus HIV começou a ser vendido nesta segunda-feira (27) no Reino Unido. O teste, da companhia Bio Sure UK, pode ser comprado pela internet. Ele funciona de maneira similar ao de gravidez, ao medir os níveis de anticorpos no sangue. Entretanto, os especialistas advertem que, se o exame der positivo, o teste precisa ser confirmado por médicos. Mas eles ressaltam que o exame ajudará as pessoas a obter um tratamento rápido, caso tenham sido infectadas com o vírus. O dispositivo permite analisar uma pequena gota de sangue extraída pela pessoa e, após 15 minutos, aparecerão duas linhas de cor roxa se o teste der positivo. Nesse caso, o fabricante recomenda comparecer a uma clínica especializada em doenças sexualmente transmissíveis. Os especialistas afirmam, no entanto, que embora o resultado seja negativo, não quer dizer que a pessoa esteja livre do vírus já que os anticorpos são gerados três meses depois da infecção. A responsável da entidade benéfica Terrence Higgins Truste, Rosemary Gillespie, que apoia pessoas com Aids, expressou sua satisfação pelo acesso da população a este teste. "Fizemos campanha durante muito tempo para conseguir uma legislação que permita contar com testes caseiros de HIV, algo que foi conquistado em abril de 2014, portanto é fantástico ver estes primeiros exames", afirmou Gillespie.

Partidos se desconectam do eleitor e Internet vira parlamento

0 comentários
A presidente Dilma Rousseff avalia se fará na próxima sexta-feira o tradicional pronunciamento de 1º de maio. Teme haver um novo panelaço virtual convocado pela internet e que se materializa com o liga-desliga de luzes nas cidades e pessoas batendo panelas nas varandas.
No país em que os partidos estão cada vez mais reduzidos a atividade meramente congressual, que poderia também se dizer dedicados a seus interesses burocráticos, a desconexão entre os objetivos partidários e os anseios da sociedade ficou tão grande que já tem cientista político achando que a internet pode se tornar o único canal de conexão efetivo entre o governo e a
sociedade.
De tal forma que o que a onda de menções no Twitter, Facebook, Instagram e Linked-In seu tornariam tão efetivas que seria melhor o governo “filtrar” o que a sociedade deseja primordialmente e assumir essas bandeiras que de tão representativas obrigariam os partidos a serem forçados a referendá-las.
Naturalmente, e felizmente, estamos longe de uma sociedade governada por uma Democracia Digital Direta (sempre passível de manipulações cibernéticas e de robôs de cliques), mas o alerta sobre a fragilidade do Parlamento e sua desconexão com a sociedade é oportuno.
O problema não é a presidente da República, com apenas 120 dias de governo, não poder se dirigir aos seus concidadãos para falar dos temas mais importantes para nossa economia sob pena de não ser ouvida. O problema é ver os partidos não serem capazes de captar essa insatisfação para sua ação no Congresso.
Ou, como ficou mais constrangedor: não terem condições de erguer suas bandeiras nestas manifestações sob pena de também serem expulsos. E não estamos falando aqui do PSDB, mas dos partidos de esquerda que são tradicionalmente contra o governo do PT. Da mesma forma que o PT, em tese, o partido da presidente ser obrigado a “subcontratar” militantes para
levantar bandeira em manifestação em que a audiência é altamente constrangedora pela falta de legitimidade.
Esse quadro é novo e ao mesmo tempo preocupante. Assim como os movimentos ainda não foram capazes de definir um foco de reivindicação objetiva que lhe permita uma ação no
Parlamento, não há, hoje, uma proposta honesta do PSDB para a crise porque ele não conseguiu capturar a frustração dos cidadãos pelo seu comportamento ambíguo e flácido no
Congresso.
O PSDB não tem uma proposta de governo melhor porque tem medo de assumir as medidas que o governo do PT está tomando e porque teme a repercussão negativa nas ruas e na Internet.
Dito de outra forma: o PSDB não tem coragem cívica de assumir o Programa de Ajuste do Governo Dilma, que na campanha foi seu, porque teme ser criticado nas ruas e nas redes sociais.
Por outro lado, o PT insiste em manter seu programa quando em quatro anos ele fracassou. Ou alguém acha que não foi exatamente por defender as teses econômicas do PT que Dilma Rousseff afundou o país numa crise que, hoje, o governo dela não sabe como resolver sem que adote as teses do PSDB que hoje não tema coragem defendê-las?
O mais grave é que nesse quadro o Congresso Nacional simplesmente não toma conhecimento do que acontece nas ruas, ou no cyberespaço. Ele foi cuidar de sua agenda doméstica e de interesses proto-grupos que se aproveitam dessa desconexão para apresentar uma pauta que está a quilômetros dos temas de interesse da sociedade dentro desta crise.
Claro que a eleição de um personagem como Eduardo Cunha ajuda a montar uma pauta que inclui temas como regulamentação da terceirização, a redução da maioridade penal, da flexibilização do porte de armas com mudanças no Estatuto do Desarmamento e o chamado Estatuto da Família.
Rigorosamente nenhum desses temas está na ordem do dia do país. Na verdade, eles são a expressão dos interesses mais medíocres do Congresso. Mas, eles vão entrar na ordem do dia
porque interessam a grupos que não estão interessados em ter qualquer conexão com a sociedade, mas com os seus interesses diretos. Mas, o Eduardo Cunha “amarrado em nome de Jesus” põe essa pauta na ordem do dia.
Dito de outra forma: o Congresso vai por um caminho e a sociedade nas ruas e na internet vai por outro. E os partidos que poderiam defender as teses de verdadeiro interesses imediato da sociedade não se atrevem a ir às ruas ou a TV defendê-las por terem medo do feedback e de uma maior interlocução com o cidadão. Ou alguém acha que o pedido de aumento no repasse ao Fundo Partidário em 2015 de R$ 289 milhões para R$ 867,5 milhões tema ver com o momento atual?
Não se sabe se a presidente Dilma Rousseff vai à TV falar do desafio que se tornou manter o nível de empregos e da necessidade de um ajuste que vai exigir sacrifícios de todos os
brasileiros. Mas, sabemos que não terá qualquer repercussão no Congresso, que está tão interessado no 1º de maio quanto aquele trabalhador que só se interessa pela data porque, ela
sendo numa sexta-feira, vira um feriadão.
Blog do Jamildo

domingo, 26 de abril de 2015

Gabinete Itinerante do deputado Agenor Neto movimentou Quixelô

0 comentários
Gabinete Itinerante do deputado Agenor Neto movimentou Quixelô
A cidade de Quixelô recebeu na manhã deste sábado (25) a primeira edição do Gabinete Itinerante, uma iniciativa inédita do deputado estadual Agenor Neto. Ação tem como objetivo ouvir a população, debatendo os problemas e as reivindicações dos municípios da região Centro Sul e outras localidades onde o parlamentar foi votado. “O nosso objetivo é ouvir a população e realizarmos um mandato em sintonia com a necessidade das pessoas, contribuindo para a solução de problemas comunitários e trabalhando para o desenvolvimento da região”, disse o parlamentar.
O evento, realizado no auditório da Câmara Municipal, contou com a participação de políticos, lideranças comunitárias, empresários, entidades de classes, além da população em geral, que apresentou demandas no setor da saúde, da educação, abastecimento de água, entre outros. "Quero que a população do Centro Sul saiba que agora ela tem um representante com voz firme na Assembleia Legislativa do Ceará preocupado em resolver os problemas da região". O vereador da cidade de Quixelô, Samuel Araújo (PPL), participou do evento e elogiou a iniciativa do deputado de sair da Assembleia para ouvir as demandas da população. “É uma ação que deve servir de exemplo para outros parlamentares votados em nossa região. Isso mostra o compromisso que o deputado Agenor Neto tem com as pessoas mais necessitadas do nosso município de Quixelô", disse.
gabineteitineranteagenor1
O prefeito de Iguatu Aderilo Alcântara esteve presente ao evento, e disse que a função do representante público é estar perto das pessoas, ouvir suas demandas e sugestões e encontrar formas de resolver os problemas da comunidade. “Quero parabenizar o deputado Agenor Neto por mais esta ação inédita. Isso mostra o compromisso e a vontade de transformar a vida das pessoas que mais precisam", disse. A próxima ação do Gabinete Itinerante do deputado Agenor Neto acontecerá nas cidades de Cariús, Irapuan Pinheiro e Solonópole. As datas ainda não estão confirmadas.
Assessoria

Quanto custa uma democracia?

0 comentários
O momento pede sacrifício geral e, em nome dele, claro que pareceu fora de hora a decisão dos parlamentares de emendar a proposta original e praticamente quadruplicar o dinheiro destinado aos partidos no Orçamento da União de 2015. Agora, é preciso que a sociedade entenda de maneira mais objetiva que manter uma democracia tem custos. O debate sobre a necessidade de termos partidos fortes, orgânicos, que funcionem, passa por uma outra discussão, ainda não feita, sobre as fontes de financiamento para construção do modelo perfeito que todos acabamos idealizando.
O escândalo da hora, que tem impactado de maneira direta a Petrobras e atinge um conjunto importante de segmentos políticos, nos desdobramentos da operação Lava Jato, apenas reforça a convicção de que algo precisa ser feito para reduzir, ou acabar, a linha de promiscuidade entre os partidos políticos e setores da iniciativa privada que terminam sendo chamados a financiá-los. No final, temos visto, a conta acaba sendo apresentada ao cidadão, na forma de superfaturamentos de obras públicas, desvios e outros artifícios criminosos que podem ser resultado da inexistência de regras claras quanto ao ônus financeiro de manter o País sob um ambiente livre e democrático.
Gualter George /O Povo

Gastos com ações de mídia do governo Dilma chegaram a R$ 3,7 bilhões em 2014

0 comentários


Dados divulgados pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) nesta sexta-feira (24) revelam que a administração pública federal gastou R$ 3,74 bilhões em ações de mídia - o que inclui publicidade e patrocínios - ao longo de 2014. Ministérios, autarquias e empresas públicas do governo Dilma Rousseff (PT) gastaram, ao todo, R$ 2,32 bilhões com investimentos publicitários. O valor é 5,7% menor que os gastos em 2013, quando somaram R$ 2,46 bilhões. No entanto, comparado com o último ano eleitoral, em 2010, quando a administração pública havia destinado R$ 2,09 bilhões ao mercado da publicidade, o montante é 11% maior, em valores corrigidos. Para ações de patrocínio estatal em áreas como esporte, teatro e meio ambiente o governo destinou outro R$ 1,42 bilhão. No último ano, a internet, pela primeira vez na série histórica do governo, passou a ser a segunda que mais recebe verbas publicitárias federais. A televisão, contudo, continua a ser o veículo com mais investimentos: foram gastos R$ 1,55 bilhões com propagandas, o que representa 66% do montante destinado aos meios de comunicação, que incluem internet, mídia externa, rádio, jornal, revista, cinema e outdoor. Apesar da determinação do Superior Tribunal de Justiça, a Secom decidiu não divulgar informações detalhadas sobre quanto cada empresa de comunicação recebeu, especificando os valores despendidos por órgãos das administrações direta e indireta.

Marcha dos Prefeitos vai discutir reforma política e pacto federativo em Brasília

0 comentários
Organizada pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), a 18º Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, mais conhecida como Marcha dos Prefeitos, terá como temas principais a reforma política e o pacto federativo. Com o lema "um novo Brasil transparente" o movimento deve acontecer nos dias 25 e 28 de maio, reunindo prefeitos, secretários, vereadores e outros agentes municipais na capital federal. Para o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, representantes dos municípios brasileiros devem se reunir com a presidente Dilma Rousseff (PT) e outros autoridades do governo para discutir, sobretudo, o pacto federativo, que determina os mecanismos de partilha dos tributos arrecadados entre os entes da Federação. “Essa situação tem se arrastado ao logo dos anos, e, se não houver a reformulação, em um futuro próximo, será impossível administrar os municípios sem comprometimentos legais, inclusive com a Lei de Responsabilidade Fiscal”, afirmou Ziulkoski. Em 2014, a presidente Dilma recebeu, no Palácio do Planalto, prefeitos e o presidente da CNM para discutir aumentos na fatia de arrecadação total do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Impostômetro atingirá R$ 600 bilhões nesta sexta-feira

0 comentários
O total de impostos, taxas e contribuições que os brasileiros já pagaram à União, Estados e municípios neste ano atingirá a marca de R$ 600 bilhões nesta sexta-feira, 24, por volta das 13h50, de acordo com o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Em 2014, o valor foi alcançado 12 dias depois, no dia 6 de maio.
Para o presidente da ACSP, Alencar Burti, essa antecipação deixa claro o aumento da carga tributária de um ano para o outro. "Isso significa que, no Brasil, a arrecadação cresceu mais do que a economia. Ou seja, aumentou a contribuição compulsória de cada cidadão para os governos", afirmou, em nota.
De acordo com as estimativas da entidade, 2015 deve bater recorde na arrecadação de tributos, com um total de R$ 2 trilhões. No ano passado, o total arrecadado foi de pouco mais de R$ 1,8 trilhão. Nos dez anos de existência do painel, os brasileiros já pagaram mais de R$ 12,878 trilhões em tributos.

Agenor Neto defende isonomia na área da saúde

0 comentários
Durante o primeiro expediente da sessão plenária desta quarta-feira (22/04), o deputado Agenor Neto (PMDB) apelou para que seja realizada audiência com o governador Camilo Santana, a fim de discutir a isonomia regional no Ceará. O parlamentar voltou a reclamar do tratamento diferenciado, por parte do Governo do Estado, entre as regiões Centro-Sul e Norte. “Queremos ouvir do governador quais são as políticas públicas para o interior do Ceará”, assinalou.
Segundo o deputado, o Hospital Regional de Iguatu está sendo bancado pela Prefeitura da cidade, que arca com mais de R$ 700 mil por mês, tornando a situação inviável. Já os municípios de Sobral e Juazeiro do Norte não disponibilizam recursos nos hospitais regionais. Conforme o deputado, o Hospital Regional de Sobral é custeado totalmente pelo Estado.
O peemedebista disse que, no dia 1º de maio, o Hospital Regional de Iguatu será entregue à administração do Estado. “Fica aqui a nossa preocupação. A cada dia as coisas ficam mais difíceis para os municípios”, disse.
O parlamentar informou  ainda que, na próxima sexta-feira (24/04), haverá manifestação por mais saúde e melhorias no ensino superior do Centro-Sul. O encontro será na Praça da Matriz de Iguatu.
Em aparte, Capitão Wagner (PR) parabenizou a dedicação do peemedebista em defender dos interesses do Centro-Sul, chamando moradores para as ruas, por mais investimentos.  
Já o deputado Heitor Férrer (PDT) afirmou que é necessário ter um sentimento crítico em relação aos erros e acertos do Governo. Segundo ele, a falta de isonomia fere o princípio constitucional da impessoalidade. O pedetista lembrou ainda que Sobral “tem privilégio de ter avião e custeio do Hospital Regional garantido pelo Governo do Estado, e Iguatu não”. O deputado João Jaime (DEM) lembrou que seu município, Acaraú, embora seja da região Norte, não tem o mesmo investimento que Sobral, onde tudo de melhor qualidade foi inserido.
O deputado Carlos Matos (PSDB) disse que o fato de devolver o Hospital Regional de Iguatu por falta de capacidade financeira mostra que a situação é preocupante. “Imagina outros municípios que não têm a mesma condição de Iguatu?”, questionou.
O deputado Leonardo Pinheiro (PSD) avaliou que é pertinente a cobrança da isonomia. No entanto, atenção terciária à saúde é de competência do Governo Federal. O parlamentar defendeu mobilização da bancada cearense no Congresso Nacional por mais recursos. 

Camilo Santana entrega mensagem que define promoções de policiais

0 comentários
O governador do Ceará, Camilo Santana, entregou, na manhã desta quinta-feira (23/04), durante a ordem do dia da sessão plenária da Assembleia Legislativa, a mensagem do Executivo que trata sobre as promoções da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. O presidente da Casa, deputado Zezinho Albuquerque (Pros), parabenizou o governador e os policiais militares e classificou o momento como histórico para os cearenses.
De acordo com Zezinho Albuquerque, o governador cumpre mais uma promessa de campanha ao enviar a mensagem à AL. “É uma satisfação para a Assembleia receber o governador, que veio entregar pessoalmente esse documento que vai beneficiar os policiais. Ele está fazendo as coisas acontecerem em pouco tempo de mandato”, elogiou.
Segundo Camilo Santana, “a nova lei acaba com o limitador de vagas para as promoções e vai garantir que todos tenham expectativa de serem promovidos, além de corrigir a demanda reprimida de quase nove mil policiais, que deveriam ter sido promovidos no passado, mas não foram”.
Camilo Santana disse que vai dialogar com os policiais, buscando diminuir os índices de violência no Estado. “Já estamos analisando as estatísticas da violência e desenvolvendo ações para garantir a tranquilidade do povo cearense”, afirmou.
O chefe do Executivo apresentou algumas das ações previstas para o setor, como a reestruturação do Ronda do Quarteirão, a criação de 60 novas equipes do Raio para o Interior e o Batalhão de Divisas, para proteger as fronteiras do Ceará. “Nada é possível sem planejamento, e a violência não é resolvida apenas com a Polícia. É preciso integrar as ações, como os programas sociais, escolas de tempo integral, iluminação das vias públicas, além da forte presença da saúde, educação, entre outros”, avaliou.
Participaram da mesa o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Delci Teixeira; o chefe da Casa Militar, coronel Francisco Studart; o comandante geral da Polícia Militar, coronel Geovani Pinheiro, e o secretário da Fazenda, Mauro Filho.

Eunício Oliveira debate reforma política com vereadores do Ceará

0 comentários

As alterações na legislação política e eleitoral discutidas e sugeridas pelo Congresso pautaram a reunião entre vereadores do Ceará e o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), nesta quinta-feira (23), em Brasília.
 
Em torno de 80 legisladores representantes de diversas regiões do Estado fizeram questão de agradecer o empenho de Eunício na liderança dos debates e procuraram tirar suas dúvidas.
 
Para esclarecer os temas já aprovados pelo Senado e encaminhados à Câmara, Eunício afirmou que há certo movimento favorável à aprovação dos projetos que preveem o fim das coligações proporcionais para eleição de deputados federais, estaduais e vereadores, assim como o fim da reeleição para prefeito, governador e presidente. 

Para ele, a proposta que torna coincidente a realização de eleição para todos os mandatos, sem a convocação de eleição para mandato tampão, e o fortalecimento dos partidos através de regras mais rígidas visando à fidelidade partidária, também estão entre os temas com mais chances de serem aprovados a tempo de terem validade já nas próximas eleições. 
 
A vereadora Tia Rita, do município de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, afirmou que as mudanças sugeridas para eleição de vereador têm gerado algumas dúvidas entre os legisladores e a população dos municípios. “Essas mudanças nos preocupam e queremos saber efetivamente o efeito que elas vão nos trazer já nas próximas eleições”, questionou a vereadora se referindo ao voto distrital para vereador.
 
Eunício reforçou que esse sistema ainda precisa ser analisado pela Câmara e que caso seja sancionado, dividirá os municípios com mais de 200 mil eleitores em distritos, no número correspondente ao de vagas na Câmara.
 
Ele acrescentou que a proposta busca ampliar o debate para que as regras passem a ser mais claras e gerem economia de gastos. “Não podemos ir mais uma vez à outro processo eleitoral sem apresentar mudanças que correspondam ao que a população está pedindo nas ruas. Como o combate a corrupção e redução de gastos”, disse.
 
Eunício ainda defendeu o voto majoritário para eleição proporcional, onde os mais votados são eleitos e o fim do suplente de senador sem voto.
 
Em nome dos vereadores, o representante da cidade de Brejo Santo, Anão Rufino, agradeceu o empenho de Eunício e disse confiar na liderança do peemedebista à frente dessa discussão. “Vamos sair daqui agradecidos porque confiamos na sua liderança”, disse.
 
Vereadores pedem apoio de Eunício para eleição da UVC
 
Acompanhado do deputado estadual Audic Mota (PMDB), da deputada federal Gorete Pereira (PR), o vereador Hérberlh, representante da cidade de Baturité, pediu apoio de Eunício para eleição de presidente da União dos Vereadores do Ceará (UVC), que acontecerá no próximo dia 30.
 
Ao reconhecer sua liderança na região e os trabalhos já desempenhados junto ao eleitorado, Eunício assegurou apoio integral à Hérberlh e se colocou a disposição do candidato no pleito e após sua vitória.
 
O líder peemedebista disse ser importante eleger alguém que possa dar continuidade ao que foi iniciado pelo deputado Audic Mota, quando esteve à frente da entidade. Ele afirmou que acredita na capacidade de Hérberlh incentivar o diálogo entre os associados e fortalecer, principalmente, o elo entre eleitor e o vereador. “Sabemos que o vereador é o agente mais cobrado, mais requisitado em todo esse processo e Hérberlh tem essa condição de fortalecer a atuação do vereador como agente social”, defendeu.
 
Aplaudido por dezenas de vereadores, o candidato Hérberlh agradeceu o apoio de Eunício e assegurou a ampliação do diálogo e o fortalecimento da entidade. “Nós estaremos com toda a classe, porque aqui existem representantes de todas as partes do Ceará, trabalhando e sabendo o nome de casa associado. Priorizando esse diálogo. Porque a UVC é dos vereadores”, disse.
 
Estiveram presentes vereadores dos municípios de Maracanaú, Itapipoca, Baturité, Itapajé, Ibicuitinga, Morada Nova, Madalena, Aurora, Quixeramobim, Barbalha, Mulungu e Chorozinho. 
 
 

Blog do Alex Santana . Copyright 2008 All Rights Reserved Revolution Two Church theme by Brian Gardner Converted into Blogger Template by Bloganol dot com