sábado, 21 de dezembro de 2013

Sindicato da Polícia Civil do Ceará realiza campanha de valorização profissional


A partir da manhã desta sexta-feira, 20, o Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Ceará (Sinpol-Ce) realiza, nas delegacias do Estado, uma campanha de valorização profissional, o Movimento Polícia Legal. O delegado de polícia é o principal alvo do movimento.

"Não vamos mais trabalhar para delegado. Eles não estão cumprindo com suas funções. Muitas vezes, o flagrante não é feito por ele, mas por um escrivão. Vamos impedir que o escrivão faça as atividades do delegado", disse o presidente do Sinpol-Ce, Gustavo Simplício Moreira. 

Ainda segundo o presidente, os terceirizados também estão fazendo a função do delegado. "Têm terceirizados trabalhando em delegacia, com acesso a todo tipo de documento, que depois podem ser usados para outros fins. Temos denúncias de ameaças de delegados que obrigam os terceirizados a fazer sua função", afirmou.

O movimento acusa ainda os delegados de utilizarem carros oficiais para interesses particulares e não cumprirem o horário de trabalho.

Além dessas denúncias, o movimento reivindica melhores condições de trabalho. "Não estamos recebendo hora extra, nem vale alimentação. Não tem como nos cobrarem metas com a polícia falida do jeito que está. A categoria está revoltada com tudo isso", disse Gustavo.

O POVO Online tentou contato com a Associação dos Delegados de Polícia (Adepol), mas as ligações não foram atendidas.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Blog do Alex Santana . Copyright 2008 All Rights Reserved Revolution Two Church theme by Brian Gardner Converted into Blogger Template by Bloganol dot com